Tribuna Expresso

Perfil

  • António José Correia, Tozé para os amigos e para quase toda a gente, deixou de ser presidente da Câmara Municipal de Peniche no dia em que arranca a nona edição do Meo Rip Curl Pro. Na véspera, entre abraços, selfies, fotografias e conversas, arranjou um tempo para nos dizer que mesmo indo assistir à prova, pela primeira vez do lado de fora, está “felicíssimo”

  • O surfista preferido da multidão que, no domingo, voltou a encher a praia de Supertubos, teve um dia bom, mas também azarado: os dois heats de Frederico Morais coincidiram com fases moles e frouxas do mar. Mas, mesmo com um susto causado pela buzina que assinalou o fim da sua bateria, ele "tinha a certeza que não tinha feito nada de mal". Não fez e já está na quarta ronda

  • Ondas grandes, sim, ondas perfeitas, não. O primeiro dia de campeonato em Supertubos teve um mar " do or die" e um Vasco Ribeiro a acabar com a melhor onda do dia. João Kopke é um surfista profissional, mas não está em Peniche para competir na etapa do circuito mundial de surf - vai lá à caça de histórias para contar na Tribuna Expresso.

  • Não falta qualidade para o futuro da Seleção, que já garantiu a sua presença no Mundial. Tirando no eixo da defesa, em que não há soluções óbvias para o pós-Rússia. Mas o ex-central Jorge Andrade diz à Tribuna Expresso que há esperança

  • Na edição deste ano da regata Volvo Ocean Race há três portugueses que fazem parte de duas tripulações e há um barco com bandeira portuguesa. A prova começa este domingo em Alicante, Espanha, e vai dar a volta ao mundo durante cerca de nove meses. No final do mês, a competição, que surgiu há 44 anos, pára em Lisboa

  • Aos 54 anos, Manuela Machado continua a ser um poço de energia. Funcionária publica há 14 anos na Câmara Municipal de Viana do Castelo, dá aulas de atletismo aos jovens das escolas do concelho e continua a fazer a sua corridinha diariamente. Sempre de sorriso estampado no rosto, passa em revista uma vida ligada ao atletismo em que a única mácula foi não ter conseguido ganhar uma medalha olímpica

  • A patinagem artística portuguesa está de boa saúde e Ricardo Pinto é um dos seus maiores expoentes. Regressado do Mundial com uma medalha de ouro ao pescoço, o atleta de Leça do Balio desvenda a intensidade do seu treino. E partilha a sua paixão por uma modalidade que é muito mais do que um (simples) desporto