Tribuna Expresso

Perfil

  • Estado português recebeu um inesperado presente de Natal há um ano: o futebolista Fábio Coentrão declarou um acordo de direitos de imagem de 3,5 milhões de euros que tinha sido feito em 2011. Pepe também recorreu a uma offshore para receber receitas publicitárias. Os dois foram alvo de inspeções fiscais em Espanha. Mas Coentrão decidiu regularizar a sua situação... em Portugal

  • Numa altura em a lei permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a adoção de menores por casais homossexuais, e em que as lésbicas já podem aceder a tratamentos de fertilidade para engravidarem, continua a ser preciso promover um sítio 'seguro' onde os atletas não sejam discriminados pela sua orientação sexual

  • Os leões sabiam que uma vitória os colocariam a apenas 2 pontos do Benfica e por isso nada como facilitar as coisas. Face a um V. Setúbal que esta temporada já tinha roubado pontos ao Benfica e ao FC Porto, o Sporting evitou nova surpresa 'robinhoodiana' e resolveu de forma rápida e eficaz, com uma vitória por 2-0 em Alvalade

  • A morte aconteceu-lhes a 30 quilómetros do destino, na Colômbia: 75 morreram, seis sobreviveram (na verdade foram sete, mas um não resistiu aos ferimentos depois de resgatado). Foram 75 tragédias e seis milagres naquele avião que caiu. Quase todo o Chapecoense, equipa de cidade influenciada por índios e italianos e exemplo de rara organização no futebol brasileiro, desapareceu ali. Minutos antes, os jogadores publicaram um vídeo: alguém faz uma “selfie”, a maioria sorri. Estão todos tranquilos. É aquela certeza errónea que todos temos de que nada é mais natural do que um dia seguir-se a outro

  • Neno jogou com Caio Júnior, falecido treinador da Chapecoense, durante duas épocas no Vitória de Guimarães. O antigo guarda-redes português recordou-nos o avançado a quem “Deus deu um dom” e, por o ter, não gostava de correr. Ao ponto de até nas peladinhas, nos treinos, os jogadores discutirem para verem quem ficava com o brasileiro

  • A seleção feminina qualificou-se pela primeira vez para o Europeu, que vai ser disputado no verão de 2017, na Holanda. Portugal vai defrontar Inglaterra, Espanha e Escócia, adversários superiores que já têm o futebol feminino bem mais desenvolvido. Mas as jogadoras portuguesas são cada vez mais e melhores. Nós explicamos (e elas mostram) porquê. Jornalismo de dados em dois minutos e 59 segundos. Para explicar o país e o mundo (e a bola)

  • No final do jogo entre Besiktas e Benfica, Vincent Aboubakar revelou que não quer regressar ao FC Porto. O avançado camaronês do Besiktas, que está emprestado pelos azuis e brancos, garantiu que não pretende voltar devido a questões pessoais