Tribuna Expresso

Perfil

  • Aos 59 anos, o treinador que ousou derrubar a ditadura dos três grandes sagrando-se campeão nacional pelo Boavista está desempregado há seis meses e prestes a embarcar em nova aventura para a China. Conta à Tribuna Expresso que não se arrepende de ter recusado ir para o Sporting e Benfica após o título em 2001, nem sente desgosto por nunca ter sido convidado a treinar onde conheceu a glória europeia como jogador. Sábado, deve ir ao Bessa assistir ao jogo da equipa de Jorge Jesus, de quem não é um apaixonado, embora reconheça que é bom treinador. Jaime Pacheco atribui o favoritismo aos leões, é avesso a estatísticas e deseja dizer no final da época que, afinal, o melhor treinador para o FC Porto é mesmo Sérgio Conceição

  • Presidente do SC Braga é um dos mobilizadores do G15, o grupo que reúne os clubes da I Liga, com exceção do Benfica, FC Porto e Sporting. Com o cenário de escusa dos árbitros em aberto, em sinal de represália ao clima de intimidação, António Salvador defende ser uma injustiça que pague o justo pelo pecador, rejeitando o estigma que paira sobre todos os clubes. “Qualquer decisão de boicote deve visar diretamente os responsáveis pela suspeição”, diz à Tribuna Expresso, convicto de que o futebol português precisa de uma reforma profunda, a começar pela "tirania financeira" da política de empréstimos dos grandes

  • Foi eleito o melhor jogador de França no PSG de Artur Jorge, no início dos anos 90, brilhou nos relvados ingleses com as camisolas de clubes como o Tottenham e o Newcastle, e somou 17 internacionalizações com a seleção francesa. O talentoso gaulês que Johan Cruyff considerou, em 1999, o melhor do mundo, sobreviveu no ano passado a um ataque cardíaco enquanto jogava uma partida solidária no sul de França e veio falar dessa experiência a Lisboa

  • Os últimos anos não foram fáceis para o mais mediático golfista da história: entre escândalos da vida pessoal, lesões graves, operações e longos hiatos competitivos, a carreira de Tiger Woods atingiu o fundo do poço em julho, quando saiu do top 1000 (sim, mil) do ranking mundial. Mas esta semana, no Hero World Challenge, torneio que juntou os 18 melhores golfistas do Mundo, voltámos a ver um pouco do Tiger de antigamente

  • O único português na Maratona do Pólo Sul chegou este sábado a Lisboa. É a corrida mais fria do mundo, em que as temperaturas podem chegar aos 30 graus negativos. João Netto estava a recuperar de uma lesão e ficou em 29.º lugar num total de 55 participantes. O atleta de 51 anos começou a correr aos 45 anos e diz que participa nas provas por paixão

  • "Ser treinador é o pior emprego do futebol. Se ganha, é a equipa. Se perde, é ele o culpado. É pior do que ser político", diz o antigo defesa esquerdo que aos 22 anos trocou o Sparta de Praga pelo FC Porto, onde era o menino querido do disciplinador Co Adriaanse, avesso a vedetas. Marek, nado e criado na recém-independente Eslováquia, tricampeão no Dragão e 52 vezes internacional, sempre foi antítese do jogador-estrela. Depois de Inglaterra, Turquia e Itália, de jogar meia época no Boavista e de uma passagem fugaz pelo Como, voltou à sua casa no Mindelo, Vila do Conde. Aos 34 anos, é sócio do restaurante de um amigo de longa data, serve à mesa e vai às compras. Só não cozinha