Tribuna Expresso

Perfil

Automobilismo

Dakar 2017: Três 'motards' portugueses no 'top ten'

Terminou aquela que terá sido a mais difícil edição do Dakar na América do Sul, com Portugal a ser o único país a colocar três pilotos no lote dos dez primeiros das motos

Pedro Roriz

Paulo Gonçalves foi segundo

DAVID FERNANDEZ/ EPA

Partilhar

Com um curto SS, de apenas 64 km, não era natural que se verificassem mudanças significativas na classificação, com o maior pólo de interesse a residir no duelo entre o francês Adrien Van Beveren (Yamaha) e o espanhol Gerard Farres Guell (KTM), pelo derradeiro lugar do pódio, com os pilotos a partirem separados por 48”, com vantagem do espanhol.

O duelo foi tão intenso, com alternância constante de posições, que os dois terminaram o SS com o mesmo tempo e deixaram o espanhol Joan Barreda Bort (Honda), a 18”, o que permitiu à KTM monopolizar o pódio, com o francês a acompanhar o inglês Sam Sunderland (KTM), vencedor pela primeira vez, e o austríaco Matthias Walkner (KTM) na festa do champagne.

Paulo Gonçalves (Honda), sexto, voltou a ser o melhor dos portugueses, à frente do vencedor da prova, e manteve idêntica posição na geral, atrás do seu colega de equipa Joan Barreda Bort.

Nos automóveis, a extensão do SS era demasiado curta para, em condições normais, o francês Sébastien Loeb (Peugeot 3008 DKR) poder recuperar os 5’32” que tinha de atraso para o seu compatriota Stéphane Peterhansel (Peugeot 3008 DKR) mas o nove vezes campeão do mundo de rali tentou tudo, ganhou 19” ao seu adversário, mas não impediu a 13.ª vitória do “Monsieur Dakar”, que passa a ter mais triunfos nos automóveis (sete) do que mas motos (seis), e que repetiu a vitória do ano passado.

A marca francesa fez nos automóveis, o que a KTM fez nas motos, monopolizou o pódio, com um terceiro francês Cyril Despres, tal como o vencedor, vindo das duas rodas a garantir o derradeiro lugar da festa, à frente do espanhol Nani Roma (Toyota Hilux), que foi “o melhor dos outros”.

Paulo Fiúza levou o alemão Stefan Schott (Mini All4 Racing) ao 15.º lugar da geral, enquanto Filipe Palmeiro que navegava o chileno Boris Garafulic (Mini All4 Racing) viu o sétimo lugar da geral e o primeiro dos privados fugir no penúltimo dia, em consequência de um problema mecânico.

Classificações

SS (64,00 km)

MOTOS – 1.º, Adrien Van Beveren (Yamaha) e Gerard Farres Guell (KTM), 30’29”; 3.º, Joan Barreda Bort (Honda), a 18”; 4.º, Matthias Walkner (KTM), a 33”; 5.º, Paulo Gonçalves (Honda), a 1’25”; 6.º, Sam Sunderland (KTM), a 1’42”; 7.º, Diego Martin Duplessis (KTM), a 2’16”; 8.º, Juan Carlos Salvatierra

(KTM), a 3’00”; 9.º, Michael Metge (Honda), a 3’01”; 10.º, Franco Cami (Honda), a 3’07”; …; 16.º, Hélder Rodrigues (Yamaha), a 4’02”; …; 20.º, Joaquim Rodrigues (Hero Speedbrand), a 5’13”; …; 22.º, Gonçalo Reis (KTM), a 5’40”; …; 37.º, Fernando Sousa (KTM), a 8’55”; …; 61.º, Fausto Mota (Yamaha), a 13’39”; …; 74.º, Rui Oliveira (Yamaha), a 15’39”; …; 94.º, Mário Patrão (KTM), a 30’46”; …; 97.º, Pedro Bianchi Prata (Honda), a 51´01”.

CARROS – 1.º, Sébastien Loeb/Daniel Elena (Peugeot 308 DKR), 28’55””; 2.º, Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret (Peugeot 3008 DKR), 19”; 3.º, Giniel de Villiers/Dirk von Zitzewitz (Toyota, Hilux), a 30”; 4.º, Cyril Despres/David Castera (Peugeot 3008 DKR), a 53”; 5.º, Conrad Rautenbach/Robert Howie (Toyota Hilux), a 1’00”; 6.º, Erik Van Loon/Wouter Rosegaar (Toyota Hilux Overdrive), a 1’02”; 7.º, Orlando Terranova/Andreas Schulz (Mini JCW), a 1’10”; 8.º, Nani Roma/Alex Haro (Toyota Hilux), a 1’21”; 9.º, Mikko Hirvonen/Michel Perin (Mini JCW), a 1’33”; 10.º, Romain Dumas/Alain Guehennec (Peugeot 3008 DKR), a 1’38”; …; 23.º, Stefan Schott/Paulo Fiuza (Mini All4 Racing), a 6’23”

Geral

MOTOS – 1.º, Sam Sunderland (KTM), 32.06’22”; 2.º, Matthias Walkner (KTM), a 32’00”; 3.º, Gerard Farres Guell (KTM), a 35’40”; 4.º, Adrien Van Beveren (Yamaha), a 36’28”; 5.º, Joan Barreda Bort (Honda), a 43’08”; 6.º, Paulo Gonçalves (Honda), a 52’59”; 7.º, Pierre-Alexandre Renet (Husqvarna), a 57’35”; 8.º, Franco Caimi (Honda), a 1.42’18”; 9.º, Hélder Rodrigues (Yamaha), a 2.03’06”; 10.º, Joaquim Rodrigues (Hero Speedbrand), a 2.19’37”; …; 20.º, Mário Patrão (KTM), a 4.04’30”; …; 26.º, Gonçalo Reis (KTM), a 5.25’11”; …; 42.º, Fernando Sousa (KTM), a 8.57’02”; …; 49.º, Fausto Mota (Yamaha), a 10.38’41”; …; 53.º, Rui Oliveira (Yamaha), a 11.11’14”; …; 57.º, Pedro Bianchi Prata (Honda), a 12.31’59”. Classificaram-se mais 40 pilotos

CARROS – 1.º, Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret (Peugeot 3008 DKR), 28.49’30”; 2.º, Sébastien Loeb/Daniel Elena (Peugeot 308 DKR), a 5’13”; 3.º, Cyril Despres/David Castera (Peugeot 3008 DKR), a 33’28”; 4.º, Nani Roma/Alex Haro (Toyota Hilux), a 1.16’43”; 5.º, Giniel de Villiers/Dirk von Zitzewitz (Toyota, Hilux), a 1.49’48”; 6.º, Orlando Terranova/Andreas Schulz (Mini JCW), a 1.52’31”; 7.º, Jakub Przygonski/Tom Colsoul (Toyota Hilux), a 4.14’47”; 8.º, Romain Dimas/Alain Guehennec (Peugeot 3008 DKR), a 4.24’01”; 9.º, Conrad Rautenbach/Robert Howie (Toyota Hilux), a 4.40’13”; 10.º, Mohammed Abu-Issa/Xavier Panseri (Mini All4 Racing), a 4.53’30”; …; 15.º, Stefan Schott/Paulo Fiuza (Mini All4 Racing), a 7.24’32”