Tribuna Expresso

Perfil

Automobilismo

GP da Argentina: Miguel Oliveira à procura do pódio

A concorrência é forte e encabeçada pelo italiano Franco Morbidelli (Kalex), seguida pelo suíço Thomas Luthi (Kalex) e ainda pelo japonês Takkaki Nakagami (Kalex)

Pedro Roriz

Noushad Thekkayil/EPA

Partilhar

Quarto no Qatar, a escassos 0,280” do pódio, o português Miguel Oliveira (KTM) chega à Argentina com vontade de terminar numa das três primeiras posições.

Claro está que a concorrência é forte e encabeçada pelo italiano Franco Morbidelli (Kalex), vencedor da corrida inaugural, pelo suíço Thomas Luthi (Kalex), um dos mais sérios candidatos ao título e o único dos pilotos da categoria a ganhar mais de uma corrida, e pelo japonês Takkaki Nakagami (Kalex), o trio que antecedeu o português na prova inaugural.

Na categoria rainha, MotoGP, o destaque vai para o 350.º Grande Prémio do italiano Valentino Rossi (Yamaha) e para a presença do espanhol Alex Rins (Suzuki) considerado, pelos médicos, recuperado da fractura no ombro direito sofrida a semana passada quando praticava motocross, ainda que o piloto receie que as dores possam aparecer.

Vencedor da corrida de abertura, o espanhol Maverick Viñales (Yamaha) parte como “o homem a bater”, enquanto o seu compatriota Jorge Lorenzo (Ducati) vai querer fazer esquecer o discreto 11.º lugar no Qatar, onde a constante alteração das condições de aderência penalizou o piloto da marca italiana.

Uma vez mais a corrida de Moto3 deverá ser emocionante e não é certo que o espanhol John Mir (Honda), o inglês John McPhee (Honda) e espanhol Jorge Martin (Honda) voltem a partilhar o pódio, porque é raro isso acontecer..

Classificação dos “Mundiais”, antes da prova argentina:

PILOTOS

MOTO2 – 1.º, Franco Morbidelli, 25 pontos; 2.º, Thomas Luthi, 20; 3.º,Takaaki Nakagami, 16”; 4.º, Miguel Oliveira, 13; 5.º, Alex Marquez, 11; 6.º, Luca Martini, 10; 7.º, Fabio Quartararo, 9; 8.º Lorenzo Baldassarri, 8; 9.º, Xavier Vierge, 7; 10.º, Axel Pons (Kalex), 6. Estão classificados mais cinco pilotos

MOTOGP – 1.º, Maverick Viñales, 25 pontos; 2.º, Andrea Dovizioso, 20; 3.º, Valentino Rossi, 16; 4.º, Marc Marquez, 13; 5.º, Dani Pedrosa, 11, 6.º, Aleix Espargaro, 10; 7.º, Scott Redding, 9; 8.º, Jack Miller, 8; 9.º, Alex Rins, 7; 10.º, Jonas Folger, 6. Estão classificados mais cinco pilotos

MOTO3 – 1.º, Joan Mir, 25 pontos; 2.º, John McPhee, 20; 3.º, Jorge Martin, 16; 4.º, Aron Canet, 13; 5.º, Romano Fenati, 11; 6.º, Andrea Migno, 10; 7.º, Niccolo

Antonelli, 9; 8.º, Fabio Di Gianmamtoni, 8; 9.º, Marcos Ramirez, 7; 10.º, Adam Norrodin, 6. Estão classificados mais cinco pilotos.

Marcas

MOTO2 – 1º, Kalex, 25 pontos; 2.º, KTM, 13; 3.º, Tech 3, 7; 4.º, Suter, 5

MOTOGP – 1.º, Yamaha, 25 pontos; 2.º, Ducati, 20; 3.º, Honda, 13; 4.º, Aprilia, 10; 5.º, Suzuki, 7

MOTO3 – 1.º, Honda, 25 pontos; 2.º KTM, 10

EQUIPAS – 1.º, Movistar Yamaha MotoGP, 41 pontos; 2.º, Ducati Team, 25; 3.º, Repsol Honda Team, 24; 4.º, Aprilia Racing Team Gresini, 10; 5.º, Octo Pramac Racing, 9; 6.º, EG 0,0 Marc VDS, 9; 7.º, Team Suzuki Ecstar, 7; 8.º, Reale Avintia Racing, 7; 9.º, Monster Yamaha Tech 3, 6, 10.º, Pull&Bear Aspar Team, 2

Partilhar