Tribuna Expresso

Perfil

Automobilismo

WRC: Domínio de Kris Meeke

O inglês chegou a Bastia no comando da Volta à Córsega, com 10,3” de avanço sobre o francês Sébastien Ogier

Pedro Roriz

Partilhar

Mais rápido em três das quatro especiais do dia, o inglês Kris Meeke (Citroen C3) chegou a Bastia no comando da Volta à Córsega, com 10,3” de avanço sobre o francês Sébastien Ogier (Ford Fiesta WRC).

O inglês só não fez o pleno nas classificativas por, na terceira, ter perdido algum tempo a aperceber-se de que o estónio Ott Tanak (Ford Fiesta WRC) saiu da estrada, tendo perdido a prova de classificação para Ogier por 0,8” (!).

Desta vez, o francês não pode, como tantas sucedeu no passado, queixar-se de “abrir a estrada”, porque estamos numa prova que decorre em piso de asfalto, que não tem de ser limpo, o que significa que o inglês não beneficiou do facto de ser o sexto na estrada.

Mas Kris Meeke está a confirmar aquilo que se suspeitava: que os “C3” são carros muito bem preparados e capazes de dominar quer na terra, como já se tinha visto, quer no asfalto. O piloto considera que “as duas especiais de hoje, estavam mais sujas da parte da tarde, mas diverti-me e não posso distrair-me com o Seb, que nunca renúncia, mas espero manter o ritmo, pelo que o melhor é aguardar pelo dia de amanhã”. Já o francês confessou que “o dia não foi mau, estamos a melhorar de especial para especial, mas não estou com o feeling que gostava de ter”.

O belga Thierry Neuville (Hyundai i20 WRC), em terceiro, é o melhor dos homens da marca sul-coreana, enquanto a prova corsa está a ser uma “pesadelo” para a Toyota, que viu o finlandês Juho Hanninen (Toyota Yaris WRC) bater na especial de abertura e não entrar na segunda, em consequência dos estragos provocados pelo embate, e o seu compatriota e colega de equipa, Jari-Matti Latvala, quedar-se pelo sexto lugar, já mais de um minuto do comandante.

A etapa de sábado

No sábado, com partida e chegada a Bastia, cumpre-se a etapa mais extensa (131,92 km), em termos competitivos, havendo uma dupla passagem por duas especiais, uma com 48,71 km, a outra com 17,25 km

Classificação no final da 1.ª etapa

1.º, Kris Meeke/Paul Nagle (Citroen C3 WRC), 1.16’32,1”;
2.º, Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Ford Fiesta WRC), a 10,3”;
3.º, Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 WRC), a 25,8”;
4.º, Craig Breen/Scott Martin (Citroen C3 WRC), a 52,4”;
5.º, Dani Sordo/Marc Marti (Hyundai i20 WRC), a 53,8”;
6.º, Jari-Matti Latvala/Mikka Antilla (Toyota Yaris WRC), a 1’00,2”;
7.º, Hayden Paddon/John Kennard (Hyundai i20 WRC), a 1’18,8;
8.º, Stéphane Lefebvre/Gabin Moreau (Citroen C3 WRC), a 2’07,6”;
9.º, Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger (Skoda Fabia R5), a 2’57,3” (1.º RC2); 10.º, Stéphane Sarrazin/Jacques-Julien Renucci (Skoda Fabia R5), a 3’17,8”