Tribuna Expresso

Perfil

Automobilismo

Giandomenico Basso primeiro comandante do Rali Vinho Madeira

O piloto italiano (Hyundai i20 R5) está de regresso à prova madeirense e foi mais rápido no primeiro troço, corrido na baixa do Funchal

Pedro Roriz

Ricardo Faria Paulino / Rali Vinho Madeira

Partilhar

A Avenida do Mar, no centro do Funchal, presenciou o arranque do Rali Vinho Madeira, com o italiano Giandomenico Basso (Hyundai i20 R5), que está de regresso à prova madeirense, a ser o mais rápido e a assumir o comando da prova.

Por sua vez, Miguel Barbosa (Skoda Fabia R5) averbou o segundo tempo a 0,6 segundos do piloto do Hyundai e foi o primeiro entre os concorrentes do Campeonato Nacional, à frente de João Barros (Ford Fiesta R5) que completou o lote dos três mais rápidos.

Miguel Nunes (Hyundai i20 R5), apesar de ser a primeira vez que está a guiar o carro, registou o quatro tempo, e foi o melhor dos madeirenses, à frente do italiano Simone Tempestini (Citroen DS3 R5) e do surpreendente sul-coreano Chewon Lim (Hyundai i20 R5) que foi sexto.

Carlos Vieira (Citroen DS3 R5), que tinha sido o mais rápido no “shake down”, não foi além do oitavo tempo, enquanto o francês Sébastien Lefebvre (Citroen DS3 R5), piloto oficial da marca francesa, não foi além do 11.º lugar ao ser 4,8” mais lento do que o italiano.

A Superespecial foi interrompida, em consequência do “capotanço” do Citroen C2 R2 de Artur Quintal, depois de um “toque” no passeio, com Ricardo Abreu, o navegador, a ser conduzido ao hospital, por precaução, onde foi constatado que não sofria de lesões.

A etapa de sexta-feira

A etapa desta sexta-feira é a mais extensa, com 10 especiais, nelas se incluindo a mais longa da prova, Palheiro Ferreira (19,08 km) e dois troços noturnos que irão provocar dificuldades acrescidas aos pilotos, hoje em dia pouco habituados a guiar de noite, com a agravante de terem reconhecido os percursos à luz do dia.

A jornada começa com a dupla passagem pelas especiais de Campo de Golf (10,47 km – 10h59 e 13h56) e Palheiro Ferreiro (19,08 km – 11h37 e 14h34), a que se segue mais uma dupla passagem, desta feita pelas classificativas de Cidade de Santana (10,83 km – 17h07 e 18h46) e Ribeiro Frio (7,19 km – 17h43 e 19h22), que antecedem a fase noturna que vai levar a caravana a percorrer as provas de classificação de Serragem (8,67 km – 21h25) e Terreiro da Luta (8,01 km – 22h18).

Classificação geral – 1.º, Giadomenico Basso/Lorenzo Granai (Hyundai i20 R5), 1’37,8”; 2.º, Miguel Barbosa/Miguel Ramalho (Skoda Fabia R5), 1’38,4; 3.º, João Barros/Jorge Henriques (Ford Fiesta R5), 1’39,6”; 4.º, Miguel Nunes/João Paulo Fernandes (Hyundai i20 R5), 1’40,0”; 5.º, Simome Tempestini/Giovanni Bernacchini (Citroen DS3 R5), 1’40,4”; 6.º, Chewon Lim/Martijn Wydaeghe (Hyundai i20 R5), 1’40,8”; 7.º, Miguel Campos/António Costa (Skoda Fabia R5), 1’41,0”; 8.º, Carlos Vieira/Jorge Carvalho (Citroen DS3 R5), 1’41,3”; 9.º, Alexandre Camacho/Pedro Calado (Peugeot 208 T16 R5), 1’41,4”; 10.º, Joaquim Alves/Luís Ramalho (Ford Fiesta R5), 1’42,3”. Estão classificados mais 49 equipas.