Tribuna Expresso

Perfil

Automobilismo

Alfa Romeo regressa à Fórmula 1

Terá o nome “Alfa Romeo Sauber F1 Team” e resulta de uma parceria entre o fabricante automóvel italiano e o grupo suíço Sauber. O regresso está marcado para a temporada de 2018

João Palma-Ferreira

Harold Cunningham / Getty Images

Partilhar

A Alfa está de regresso à Fórmula 1. A marca italiana detida pelo Grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) assinou um contrato de parceria comercial e técnica com a equipa suíça Sauber F1 para participar nas provas do Mundial que vão começar na temporada de 2018. Os motores serão as unidades que a Ferrari terá em produção em 2018, segundo informação da marca italiana.

O acordo inclui cooperação estratégica, comercial e tecnológica para o desenvolvimento de todas as áreas envolvidas na F1, incluindo o acesso à engenharia e à experiência técnica da equipa da Alfa Romeo.

Sergio Marchionne, presidente-executivo da FCA, considera que "este acordo entre a Alfa e a Sauber é um passo importante no relançamento da marca Alfa Romeo e traduz o regresso à F1 depois de mais de 30 anos de ausência".

A Alfa Romeo participou nas provas da Fórmula 1 de 1950 a 1988, como construtor e fornecedor de motores. Os seus pilotos Nino Farina e Juan Manuel Fangio ganharam os títulos mundiais, respetivamente, de 1950 e 1951. Entre 1961 e 1979, a Alfa Romeo participou na Fórmula1 como fornecedor de motores para várias equipas.