Tribuna Expresso

Perfil

Diogo Pombo

Diogo Pombo

Jornalista

Começou longe do desporto, no Sol e no I, até ajudar a fundar o Observador, onde o deixaram entrar a pés juntos nestes campos. Está sempre de olho no futebol e em tudo o que tem uma bola à mistura, para escrever sobre isso. Quando não pode, tenta estar a jogar qualquer coisa. Ou ver outros a fazerem história, jogando, como no Europeu de 2016, quando andou por França atrás da seleção. Pouco depois, chegou ao Expresso.

  • Um dos melhores surfistas do mundo está retido no aeroporto de Lisboa há dois dias

    Surf

    Dane Reynolds veio dos EUA e as autoridades têm-no detido há dois dias, no aeroporto da Portela, por não ter um passaporte. O cameraman do americano diz até que lhe tiraram os atacadores dos sapatos. E este não é um surfista qualquer – é um dos mais talentosos de sempre e, talvez, o melhor free surfer da atualidade, que não se interessa pela competição. O SEF garante à Tribuna Expresso que a situação está “em vias de resolução”, mas há um problema: a embaixada dos EUA não emite passaportes para fora. Ou seja, ele terá que ir lá

  • Algo se passa com Bernardo Silva

    Futebol internacional

    Há muita gente a falar dele e a elogiar o que o português tem feito nos últimos tempos. Bernardo Silva só tem ouvido coisas boas de Guardiola, Leonardo Jardim, Moutinho, Valdo, Raymond Domenech e de quem joga com ele, no AS Monaco. Já não estamos no tempo em que os amigos iam ao Seixal com um cartaz a dizer “Mete o Bernardo” por ele passar muito tempo no banco

  • O rabo de cavalo de ouro faz 50 anos

    Futebol internacional

    Ele não sentia gozo em marcar golos sem que antes fizesse algo de bonito. Marcou mais de 200 em Itália. Pelo meio, tornou-se budista, foi operado três vezes ao joelho antes dos 18, ficou no banco na meia-final de um Mundial porque o treinador achou que ele estava com ar de cansado e, quatro anos depois, falhou o penálti na final de outro. É isso que mais se recorda de Roberto Baggio. Mas ele, que faz hoje 50 anos, era muito mais do que isso

  • Se acham que ele defende bem, deviam vê-lo a atacar (o perfil de Ederson por quem o treinou)

    Benfica

    Marcar golos, muitos. Era isso que, em alguns treinos nos juniores do Benfica, acontecia à equipa que ficava com Ederson. Porque ele insistia em jogar à frente para usar o “enorme pontapé” que tinha e ainda tem, disse-nos quem o treinou. Depois de sair e antes de voltar aos encarnados, até chegou a bater livres em jogos da terceira divisão, no Ribeirão. Foram estas, e outras coisas, que ouvimos de quem viu crescer o guarda-redes que parou tudo o que o Borussia Dortmund rematou à baliza do Benfica

  • Luís Filipe, sobre JJ: “Como se costuma dizer, burro velho não aprende línguas”

    Entrevistas Tribuna

    O Marítimo joga este sábado (18h15, Sport TV1) com o Sporting e lembrámo-nos de quem, há 12 anos, esteve na maior vitória de sempre dos madeirenses frente aos leões. Luís Filipe diz que não é fácil jogar na Madeira, “por causa da humidade”, como também não o é ser treinado por Jorge Jesus: “A própria forma dele trabalhar, que é intensa, acaba por saturar. Porque os campeonatos são longos e esta exigência dele, sempre, faz com que os jogadores fiquem fatigados psicologicamente”. Hoje, com 37 anos, dedica-se a uma quinta de framboesas no Algarve