Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

A noite em que o Benfica descobriu o novo Kelvin (a análise do Azar do Kralj)

Um Azar do Kralj viu em Fejsa um Deus de rabo de cavalo e em Talisca alguém para destronar Kelvin: "O Benfica descobriu hoje um novo vilão. Talisca enfiou uma na baliza de Ederson quando já meia dúzia de adeptos chegavam à estação de Alfornelos"

Vasco Mendonça e Nuno Dias

Comentários

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

Ederson

Julio César entrou hoje em campo sem o habitual ar de galã, parecendo antes um capataz do Roque Santeiro. Pouco depois percebeu-se que Ederson regressara à titularidade, o que fazia mais sentido. Foi chamado a intervir numa dúzia de lances e não só não desapontou como fez algumas defesas para o Instagram. Aos 71 minutos conseguiu simultaneamente evitar um golo e atingir Ricardo Quaresma, o que deveria valer 20 pontos na fantasy league da Champions.

Semedo

Apareceu muito no ataque e desenhou algumas triangulações interessantes com Cervi e Salvio na primeira parte. Contou com a ajuda preciosa dos tratadores do relvado na primeira parte, que assinalaram uma cruz no relvado para indicar em que local exacto deveria Semedo tentar cruzar. Na segunda parte atacou no sentido inverso, já sem auxílio visual, e percebeu que mais valia defender. Assim fez com relativa competência.

Lisandro

Nada como ter uma noite para relaxar e levar a família ao cinema. Pode agradecer a Aboubakar.

Lindelöf

Dada a ausência do amigo Lisandro, Lindelöf optou por ficar em campo não fosse algum adversário tentar uma gracinha. Raramente foi necessária a sua presença em campo, mas é aqui que se vê os verdadeiros amigos. Muchas gracias.

Grimaldo

Exibiu-se a bom nível no jogo com maiores preocupações defensivas desta época, mostrando compreender os princípios técnico-tácticos da modalidade quando Ricardo Quaresma se encontra em campo. Foi, aliás, tão competente a colocar-se no caminho da bola que apanhou com uma em cheio na cara. Ficou inconsciente durante uns momentos e, minutos depois, já aparecia a cruzar junto à linha de cabeceira. Um jogador à Benfica.

Fejsa

Mais uma exibição a confirmar que Deus usa rabo de cavalo. Para ser perfeito só lhe faltou acertar com uma perna no Talisca, mas até Deus cometeu erros.

Horta

Primeira parte quase a terminar e um remate a 35 metros da baliza quase nos fez voltar a acreditar que André Horta é mesmo o novo Renato Sanches. Muitas vezes bem defensivamente, é, talvez, de todos os anões titulares no onze de hoje, o que melhor compensou com uma leitura correta do jogo.

Cervi

Estava eu entretido a dizer mal dele quando marcou. Assim não vale. Mais irrequieto e melhor a defender do que na estreia em Tondela. Na segunda parte, um dos centrais turcos deu-lhe a mão por engano para a entrada em campo. Importa, no entanto, referir que o melhor do mundo são as crianças, não o Cervi.

Pizzi

Investiu num timesharing com André Horta situado na zona do meio-campo, com vista privilegiada para o oceano de oportunidades desperdiçadas por Gonçalo Guedes. Não comprometeu, mas não terá sido dos jogos em que mais nos apeteceu usar a hashtag #pissi.

Salvio

Beckett ficaria orgulhoso. Salvio encarna na perfeição o espírito contido na expressão “falhar melhor”, o que entusiasma muitos e irrita outros tantos. A malta embirra com ele (até nós), mas a quantidade de vezes que Salvio entrega a bola em condições a um colega e mantém a esperança dos adeptos em ver essa bola entrar na baliza é muitas vezes subestimada. A não ser que essa bola seja passada a Gonçalo Guedes.

Guedes

Bem, o puto Guedes continua cheio de gás. Este miúdo faz-se. Lembras-te do Nélson Oliveira? Onde é que ele está agora? Epá, ok, a intenção era boa. Não comecem já a criticar o miúdo. Era só um bocadinho mais de força e ela ia lá. Levanta a cabeça, caraças, tens o Salvio a pedir a bola. Chuta com o direito. Com o direito! Mas é isto, é isto. Epá, ó Guedes, santíssimo sacramento. Passa a bola! CHUTA À BALIZA! CHUTA! PRESSIONA O CIGANO! ISSO! CHUTA, CHUTA, CHUTAAAAAA. EPÁ, VAI MORRER LONGE.

Samaris

Entrou aos 71 minutos para ajudar a segurar um 1-0 na Luz contra uma equipa que pouco tinha feito para empatar, o que gerou na acústica do estádio uma leve sensação de “mau maria, queres ver que este Arnaldo está a inventar”. Não resultou.

Celis

Substituiu Fejsa e pareceu apostado em patrocinar as últimas investidas do Besiktas. Sempre que o vemos em campo lembramo-nos de uma vez que chamei um designer de interiores para ir lá a casa e apareceu um carpinteiro. É sabido que o mundo precisa de carpinteiros, mas talvez não neste plantel.

Talisca

Kelvin pode oficialmente reformar-se, se é que isso ainda não aconteceu. O Benfica descobriu hoje um novo vilão. Talisca enfiou uma na baliza de Ederson quando já meia dúzia de adeptos chegavam à estação de alfornelos. Minutos depois um país inteiro insultava-o no seu Facebook e no instagram.

Arnaldo Teixeira

Depois de inventar meia dúzia de jogadores, Rui Vitória viu-se obrigado a inventar um novo treinador. A avaliar pela substituição de Fejsa, não cremos que Arnaldo Teixeira esteja a caminho do Bayern, mas parece ser um valor seguro como treinador adjunto. E ele que não se queixe. O Raul José liga todas as semanas para a APAV.