Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

A culpa é do Benfica, diz o treinador, mas "isto acontece" às vezes

Rui Vitória reconheceu o mérido ao 1º Dezembro, "pela forma como se bateu" e "dificultou a tarefa" ao Benfica. Mas também admitiu que os encarnados não fizeram a parte deles, mesmo que considera a vitória como "justa"

Expresso

Maurizio Lagana

Partilhar

Rui Vitória bem avisou

“A primeira palavra é de mérito para o 1º de Dezembro, pela forma como se bateu. Depois, foi por erros nossos. Não foi um jogo bem conseguido da nossa parte, temos capacidade para fazer mais. Por mais que avisemos que os jogos da Taça nunca são fáceis. Isto acontece em alguns momentos da época.”

Perguntaram-lhe sobre Carrillo e Zivkovic

Os jogadores têm de agarrar as oportunidades, mas não vou individualizar o que quer que seja. Há de haver outros momentos em que esse e outros jogadores vão corresponder. Não estivemos bem, ao nível que nós queremos, mas isto por vezes acontece. Nestes momentos, os jogadores têm de trabalhar, agarrar estas oportunidades. De início parecia fácil. Depois do golo, cometemos mais um erro. Haverá outros momentos em que estarão melhor."

E sobre Gonçalo Guedes

“Era fundamental ter jogadores mais agressivos no um contra um, dar mais mobilidade na zona central e criar zonas alvo para a bola poder entrar. Guedes acrescentou esse jogo interior, libertando os corredores. Acabámos por ganhar justamente."

Para acabar, o Dínamo Kiev que aí vem

“A partir de agora vamos pensar no jogo com o Dínamo, mas ver quem está disponível, sabendo que esses jogadores ainda não têm o ritmo que outros têm. Se esses não tiverem, irão outros. Nenhum jogo da Liga dos Campeões é fácil.”