Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

A ironia de Toni: “É o Guedes que não devia ter saído, são as lesões que são muitas, é porque está a chover, é porque está sol”

O antigo jogador e treinador do Benfica não quer colar a palavra crise ao atual momento do clube

Vanessa Portugal

Partilhar

Pode falar-se em crise no Benfica?
Não sei se pode falar em crise ou não. Estes últimos resultados não são nada expectáveis. Mas falar-se em crise não me parece.

De quem é a culpa?
A culpa? Sabe que... o futebol é susceptível a este tipo de análise. Há um mês andava-se a fazer esta pergunta ao Sporting. Há dois meses fazia-se a mesma pergunta ao Porto. E agora fazem-se as mesmas perguntas ao Benfica. Aquilo que está acontecer é uma sequência de resultados negativos e que deixam reduzida a almofada que o Benfica tinha. Nesta altura, quem lidera é que tem de analisar a situação: saber o que está a contribuir para que estes resultados estejam a acontecer e pensar que ainda estamos no começo da segunda volta. Há ainda muito jogo e muito ponto para ganhar. Claro que há um abalo em termos da confiança, mas são jogadores que já passaram por momentos complicados na época passada e que souberam reagir. E vão com certeza continuar a reagir.

Em relação ao clássico no sábado entre o Porto e o Sporting. O Benfica espera vir a ter alguma vantagem com o resultado?
São as perguntas clássicas. Há um clássico que não resolve nada para ninguém. Aquilo que resolve é afastar um pouco mais ou encostar um pouco mais. Este vai ser um campeontato que vai ser discutido até a ultima. Nesta altura só estao englobados os três (Benfica, Sporting e Porto), não sei qual vai ser o comportamento do Braga nem do Vitória para saber se também encurtam ainda mais as distâncias. Mas o clássico de sábado entre o FC Porto e o Sporting não vai mudar nada. Nem mesmo uma vitória do Benfica, ontem em Setúbal, decidia alguma coisa. Qualquer que seja o resultado, não afasta ninguém da discussão do título.

O plantel está equilibrado como se dizia que era?
Sabe que quem está de fora pode fazer a análise que bem entender. Quem está dentro é que entende a relação das exigências que há e as provas em que estão envolvidos. Quem está dentro é que pode achar se o plantel está ou não equilibrado. A mim parece-me que está equilibrado. Mas isso sou eu, que estou de fora; quem está lá dentro é que tem fazer uma análise mais aprofundada.

A venda de Gonçalo Guedes poderá ter precipitado isto?
As decisões são sempre de quem lidera e são decisões amadurecidas e ponderadas. É natural que, quando os resultados não acontecem, haja sempre este tipo de coisas. O Gonçalo Guedes não devia ter saído, depois são as lesões que são muitas, depois é porque está a chover, depois é porque está a fazer sol, depois tambem é a arbitragem. Mas ainda em relação ao Gonçalo Guedes são decisões amadurecidas e ponderadas.

E em relação à arbitragem de ontem?
Aqui se vê que o Benfica está a ser “mesmo” levado ao colinho para o primeiro lugar. Tem se visto nos últimos tempos o grande colinho que dizem que Benfica tem. Tem se visto que há aqui uma mudança. O “chip” mudou, está a mudar e, está a deslocar-se. Mas isto ainda vai no adro... deixe estar mais um tempo. Está a jogar-se noutro tabuleiro e há muitas jogadas.