Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Um arsenal de erros. O melhor e o pior do Arsenal-Benfica (5-2)

O Benfica foi goleado pelos ingleses do Arsenal na Emirates Cup, num jogo que ficou marcado pelos erros defensivos da equipa de Rui Vitória

Expresso

IAN KINGTON

Partilhar

Para consumo interno serve, para consumo externo... nem tanto. O Benfica foi derrotado no primeiro jogo da Emirates Cup, organizada pelos ingleses do Arsenal, num embate que até começou equilibrado, mas acabou de forma desastrosa (2-5).

Com um onze muito próximo daquelas que deverão ser as primeiras opções para a Supertaça (Júlio César, Buta, Luisão, Jardel, Eliseu, Filipe Augusto, Pizzi, Cervi, Salvio, Jonas e Seferovic), marcada para o próximo fim de semana, até foi o Benfica a adiantar-se no marcador, através de Cervi, mas o Arsenal rapidamente repôs a diferença.

Walcott empatou, aos 24', e adiantou os ingleses, aos 32', mas Salvio ainda conseguiu empatar o jogo antes do intervalo, aos 39'. O 2-2 espelhava o equilíbrio que se tinha visto no relvado, ainda que com algum ascendente do Arsenal, mas a 2ª parte seria completamente dominada pelos ingleses.

Logo aos 51', Lisandro fez o 3-2... para o Arsenal, com um autogolo, e depois foram Giroud, aos 64', e Iwobi, aos 70, a fazer o resultado final, numa 2ª parte verdadeiramente péssima do Benfica.

Melhor

Pizzi

É certo que foi dele o erro que deu origem ao primeiro golo do Arsenal, mas continua a ser o motor do Benfica. Com ele no meio-campo, o jogo ofensivo da equipa de Rui Vitória fica mais fácil, especialmente quando se associa com a nova dupla atacante.

Jonas e Seferovic

Se a qualidade de Jonas já bem conhecida dos adeptos, a qualidade de Seferovic também já começa a sê-lo. A nova dupla atacante do Benfica deixa água por aquilo que cria e promete dar muitas alegrias aos adeptos durante a época.

Pior

Erros defensivos

A única área da equipa que ainda não foi reforçada foi a defesa. E isso nota-se. Com a saída de Semedo, o jovem Buta, da equipa B, que em tempos foi extremo, tem sido o escolhido (mas não é, nem de perto nem de longe, um Semedo), e Luisão tem alternado parceiros, mas Lisandro é um dos que não tem mostrado o suficiente para ser titular (resta Jardel). Do lado esquerdo, Eliseu foi titular e foi pouco feliz, sendo Grimaldo bem superior ao colega. De resto, faltou acerto coletivo nos posicionamentos, uma vez que os jogadores do Arsenal conseguiram quase sempre enquadrar perto da área, com espaço.

Felipe Augusto

É certo que não comprometeu diretamente, mas não é um '6' de tanta qualidade como Fejsa (lesionado), pelo menos para já. Tem muitas dificuldades no que diz respeito ao processo ofensivo, o que, numa equipa que passará grande parte da época a atacar, poderá ter influência no jogo benfiquista.