Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Benfica já entregou regulamento para fintar interdição da Luz

Benfica nega ter sido notificado da interdição do Estádio da Luz no jogo frente ao Sporting de Braga, no próximo dia 9, mas reconhece que estão em curso reuniões com o Instituto Português do Desporto e Juventude por causa da presença incontornável das suas nunca registadas claques. Luís Filipe Vieira prefere batizar os No Name Boys e os Diabos Vermelhos de sócios organizados

Isabel Paulo

Luís Filipe Vieira nunca ouviu falar em claques na Luz, apesar de serem incontornáveis dentro e fora de portas

Foto getty

Partilhar

Luís Filipe Vieira afirmou hoje estar confiante que o jogo com o Sporting de Braga irá ser disputado em casa, negando publicamente ter sido notificado pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) da interdição do Estádio da Luz, no arranque da Liga 2017/18. A Liga Portugal confirmou ainda ao Expresso que, pelo menos até agora, também não foi informada de qualquer constrangimento à disputa de jogos oficiais na Luz, por parte do IPDJ, organismo estatal a quem compete o exercício do poder sancionatório aos clubes que apoiem Grupos Organizados de Adeptos (GOA) não legalizados.

O cenário de interdição e jogos à porta fechada por um período até 12 jogos, que segundo fonte do IPDJ foi equacionado devido ao “limbo na relação do clube com as claques”, está “para já” afastado, “dado o Benfica ter dado entrada, ontem, domingo, de um novo regulamento de segurança e infraestruturas relativo aos setores do recinto afetos às claque”. O IPDJ referiu ainda ao Expresso que o novo regulamento está em fase de análise, dependendo a interdição da Luz de “estar ou não em conformidade legal”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)

  • Estádio da Luz interditado? Não, diz o Benfica

    vídeo

    O Instituto do Desporto e Juventude põe em causa o regulamento do estádio da Luz, porque o clube permite a entrada no recinto de claques não reconhecidas legalmente. O Benfica nega ter sido notificado da interdição do estádio. “É uma notícia estranha”, reage o departamento de comunicação dos encarnados