Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Saúdem o novo Taarabt: “Perdi 11 kg em três meses e meio. Como bem, bebo bem, vivo bem e estou na cama às 23h”

Lembra-se de Adel Taarabt? Nunca chegou a jogar pelo Benfica, mas continua a ser do clube da Luz, emprestado ao Génova, onde diz que se reencontrou: “Tinha perdido o amor pelo futebol”

Expresso

Taarabt foi emprestado ao Génova pelo Benfica

Tullio M. Puglia/Getty

Partilhar

Chegou a Lisboa em 2015/16, à procura de uma segunda oportunidade, depois de épocas falhadas no QPR (Inglaterra) e no AC Milan (Itália). Mas, na Luz, pouco fez para merecê-lo: apenas cumpriu sete jogos... pela equipa B, nunca se chegando a estrear pela equipa principal.

Em 2016/17, o Benfica emprestou-o ao Génova, onde foi à procura de uma terceira oportunidade. Em toda a época, cumpriu seis jogos e já estava a treinar afastado da equipa principal.

Mas, em 2017/18, tudo mudou.

"Estava a treinar sozinho. Arranjei forças para ir falar com o treinador e expliquei-lhe que queria outra oportunidade. Ele disse-me que não tinha nada contra mim, mas que se eu queria uma oportunidade, tinha de demonstrá-lo - e tinha uma semana para fazê-lo", contou Taarabt, que continua emprestado ao Génova, ao jornal italiano "Il Secolo XIX".

"Trabalhei muito, foi um grande esforço. Posso dizer que nunca trabalhei tanto como aqui em Génova. Muita corrida, muita bola, muita pressão... Tive de mudar", confessou o médio marroquino de 28 anos.

"Tinha perdido o amor pelo futebol. Quando a minha equipa perdia, ia para casa e não me importava. Agora vou zangado para casa", acrescentou.

E tudo graças a um homem: Ivan Juric, o treinador croata de 42 anos que lidera o Génova. "Foi o Juric que fez com que voltasse a encontrar o meu amor pelo futebol. Durante alguns anos vivi-o apenas como um qualquer trabalho e depois ia para casa e dormia. Agora voltei a viver para o futebol", justificou. "Nem sei onde estaria se tivesse encontrado Juric aos 16 anos".

O novo Taarabt é este: "Mudei tudo. Como bem, bebo bem, vivo bem e estou na cama cedo, às 23h estou deitado", contou. "Em três meses e meio perdi 11 kg, sem prejudicar a minha condição física. 'Mamma mia', quando penso nisso. Foi um sacrifício que não quero desperdiçar".

E, esta época, Taarabt já cumpriu quatro jogos pelo Génova. É desta?

Partilhar