Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Rui Vitória sobre a vitória tangencial no Algarve: "São jogos sempre complicados e tornam-se difíceis em determinados momentos"

Em declarações à Sport TV no final do jogo, o técnico dos encarnados sublinhou a "prestação muito boa" do Olhanense

Expresso

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Partilhar

Olhanense organizado

“Foi um jogo típico de Taça. Entrámos a vencer e tivemos o controlo da posse de bola e do jogo na 1.ª parte, perante uma equipa do Olhanense muito bem organizada defensivamente, sempre com a expectativa de sair no contra-ataque. Não tinham nada a perder. Na 2.ª parte, não entrando o segundo golo, o jogo estava em aberto”

Montra para vários jogadores

“Estes jogos têm sempre este cariz, é uma montra muito grande e as equipas que não estão no mesmo nível competitivo aproveitam isso. Quanto a nós, foi um jogo importante para dar ritmo a alguns jogadores. Um jogo bem disputado, com uma linda moldura aqui no Algarve, com o Olhanense a ter uma prestação muito boa. São jogos sempre complicados e tornam-se difíceis em determinados momentos”

Estreias de Svilar e Douglas

“Não queria individualizar. Os jogadores que tinham menos ritmo competitivo aproveitaram muito bem. Os que entraram, o João [Carvalho], o Diogo [Gonçalves], o Martin [Chrien], entraram bem na partida, deram frescura e qualidade ao que queríamos”

Manchester United

“Temos de fazer o balanço, ver se há jogadores lesionados e a condição dos outros. É um jogo com um cariz completamente diferente. É um jogo de Liga dos Campeões e vamos apresentar uma equipa para aquilo que queremos, que é vencer”