Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Volta, Benfica, estás perdoado

O Benfica esqueceu as mágoas da Taça de Portugal com uma vitória contundente em Tondela (5-1), antes do dérbi de 3 de janeiro frente ao Sporting

Expresso

JOSE MANUEL RIBEIRO

Partilhar

Como esquecer uma eliminação da Taça de Portugal, depois de uma outra eliminação nas competições europeias? Fácil: golear com absoluta tranquilidade. Foi isso que o Benfica fez, esta noite, em Tondela, onde o 12º classificado da Liga raramente criou qualquer problema ao tetracampeão e atual 3º classificado.

Depois de um remate ao lado de Murilo logo nos primeiros minutos, pouco mais se viu do Tondela, que não conseguiu conter a largura do jogo ofensivo do Benfica. Com André Almeida sempre a subir muito pelo corredor direito e a combinar com Salvio, que procurava espaços interiores, o golo não demorou a surgir, ainda que com alguma ajuda do guardião do Tondela.

Após cruzamento de André Almeida para o segundo poste, Pizzi recolheu a bola sozinho e o remate passou entre as pernas de Cláudio Ramos. Aos 17', o Benfica colocava-se em vantagem e a equipa - hoje com Lisandro a fazer dupla com Jardel, dada a lesão de Luisão em Vila do Conde - ficava claramente mais tranquila com os acontecimentos.

O Benfica ia controlando o jogo sem grandes dificuldades e criando boas combinações no ataque - e foi através de uma delas que voltou a marcar, aos 26', desta vez pelo lado oposto. Pizzi serviu Grimaldo e o lateral cruzou para a área, onde Salvio apareceu a finalizar de cabeça.

Tudo fácil para o Benfica e o Tondela ficava claramente afetado pelos golos, já que pouco conseguiu reagir durante a 1ª parte - e pior ainda ficou quando o 3-0 surgiu mesmo antes do intervalo. Salvio, dentro da área, pica a bola para Pizzi, que a remata de primeira e faz o seu segundo golo da época - uma época que nem lhe tem corrido tão bem como as anteriores.

Na 2ª parte, Pepa lançou Heliardo para tentar mexer na equipa e, de facto, o Tondela entrou bem mais dinâmico do que o Benfica, com Varela a tirar o golo dos pés de Miguel Cardoso e, depois, de Bruno Monteiro. Só que, ao contrário do que aconteceu com o Rio Ave, o Benfica estava hoje extremamente eficaz, concretizando a maioria das oportunidades que criou. Aos 60', Jonas fez o 4-0, na sequência de um canto estudado, com um remate à entrada da área.

Ainda assim, numa perda da bola no seu próprio meio-campo - Krovinovic arriscou no passe para Jardel -, o Benfica acabou por sofrer um golo, já aos 75', por intermédio de Tyler Boyd. O que poderia ser um tónico para o Tondela nem isso foi, uma vez que, apenas três minutos depois, Jonas marcou o seu 18º golo na Liga - é o melhor marcador da prova - e fez o 5-1 final.

O Benfica mantém assim o 3º lugar, com 36 pontos - os mesmos do FC Porto, que só recebe o Marítimo segunda-feira; mais cinco do que o Sporting de Braga, 4º; e menos três do que o Sporting, atual líder. E isto antes de receber, a 3 de janeiro de 2018, o... Sporting.

  • Em direto: Tondela - Benfica

    Futebol nacional

    Nesta difícil deslocação ao norte, o Benfica está obrigado a vencer o Tondela, 12º classificado, para não deixar fugir Sporting e FC Porto, que estão três pontos à frente. Siga o jogo ao minuto na Tribuna Expresso