Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Rui Vitória: "Se a bola do Coentrão fosse na cara não ficava lá o símbolo da Nike ou ele não ficava no chão dois ou três minutos?"

Em conferência de imprensa, o treinador do Benfica voltou a falar dos lances mais polémicos do Clássico de quarta-feira e clarificou algumas das declarações que fez no final do encontro. Ah, e também falou do jogo deste domingo com o Moreirense, que fecha a 1.ª volta para os encarnados

Expresso

Rui Vitória tem 47 anos e chegou ao Benfica em 2015/16

PAUL ELLIS/GETTY

Partilhar

Ainda o Clássico

"Temos a perspetiva de que fizemos um bom jogo e que poderíamos estar agora com uma dose de confiança, mas não vamos por aí. Se mantivermos esta postura competitiva e a qualidade que apresentámos, é evidente que estamos mais perto da vitória. Que ninguém tenha dúvidas disso e os meus jogadores têm esta convicção"

E ainda a arbitragem do Clássico

"Não sou nenhuma criança, nem sou tonto. E se tenho uma conversa penso que o nível de inteligência é elevado. O que abordei no final do jogo foi a defender o Benfica e a minha parte, de alguém que está a sentir permanentemente esta questão, alguém que pode colaborar. Nós, que vivemos isto no dia a dia, temos uma opinião com outra sensibilidade. É como dizer a alguém que vai ser operado que não vai custar nada. É fácil no corpo dos outros"

Críticas aos árbitros

"Não tenho nada contra o Hugo Miguel, o Tiago Martins, o Fábio Veríssimo, o Jorge Sousa ou quem quer que seja…O Hugo Miguel e o Tiago Martins já me expulsaram e se calhar bem. Fizeram o seu papel. Referi-me aos árbitros porque às vezes é giro ver se tomam a mesma decisão três ou quatro meses depois. O grande problema é que surge um lance rápido e o árbitro até pensa que é penálti, mas está uma pessoa lá em cima a ver e o árbitro deixa correr"

VAR

"Quem está lá em cima tem um protocolo para cumprir. O problema é que a decisão do árbitro é uma indecisão e ficamos numa zona cinzenta. Se o Hugo Miguel tivesse visto os lances na televisão se calhar tinha marcado um ou dois daqueles lances. A decisão foi do árbitro ou do vídeoárbitro? A lei diz que tem de ser do árbitro, mas a ideia que fica é que foi o vídeoárbitro"

Lance com Fábio Coentrão

"Se a bola do Coentrão fosse na cara não ficava lá o símbolo da Nike na cara ou ele não ficava no chão dois ou três minutos? Uma bola a um metro, com aquela velocidade… Se o árbitro tivesse decidido por si, se calhar marcava penálti. Ninguém fica em pé num lance daqueles"

Moreirense

"Vamos ter um jogo complicado contra uma equipa que ganhou o último jogo e que tem vindo a melhorar o seu desempenho com o seu novo treinador. Vamos com muita ambição e queremos ganhar. Vamos ter de ser uma equipa determinada, muito humilde e trabalhadora"