Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Talisca: “Fui meio ameaçado pelo Benfica para renovar. Eles queriam tirar-me das competições europeias”

O médio brasileiro abordou a renovação de contrato até 2020 com o clube da Luz após um jogo a contar para a Taça da Turquia

SOU EU, SOU EU! Talisca fez questão de dizer quem é a quem não o conhecia, quando regressou à Luz com a camisola do Besiktas

AFP/PATRÌCIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

O jogo entre o Besiktas e o Fenerbahçe, a contar para a Taça da Turquia, foi quentinho (pode ver AQUI o soco de Quaresma a um adversário) e acabou empatado a dois golos - um dos golos foi de Talisca que ofereceu o outro a Negredo.

Pois bem, no final do encontro, o brasileiro que um dia já representou o Benfica - e com quem ainda tem contrato - disse, desassombrado, que tinha renovado com as águias até 2020 por ter sido “meio ameaçado”.

“Desde que cheguei ao Besiktas, disse várias vezes que não queria voltar para o Benfica e, meio ameaçado, tive de renovar contra a minha vontade. Infelizmente, tive de fazer isso para poder estar aqui no Besiktas. O Benfica tinha o meu passe e ia tirar-me das competições europeias e eu não queria estar só a jogar no campeonato turco”.

A relação entre o Benfica e Talisca deixou de ser ‘amigável’ a partir do momento em que os encarnados o emprestaram aos turcos. De então para cá, foram várias as vezes em que o médio ofensivo se disse desrespeitado pelo clube da Luz. O Benfica, recorde-se, ordenou a Talisca que regressasse a Lisboa no início desta época, justificando a medida com dois milhões de euros em falta relativos ao empréstimo.