Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Paulo Gonçalves: "É mentira que tenha contactado quem quer que fosse para quaisquer subornos, pedidos, promessas ou prémios"

Assessor jurídico da SAD do Benfica diz que vai apresentar queixas-crime contra a SIC, os responsáveis da reportagem e ainda contra incertos. Advogado de Paulo Gonçalves fala em "fake news"

Expresso

Paulo Gonçalves tinha sido constituído arguido no caso dos e-mails há alguns meses. Agora é suspeito de corromper funcionários judiciais

Partilhar

Paulo Gonçalves viu o seu nome envolvido nas suspeitas de compra do resultado do Marítimo-Benfica de 2015/16 e em declarações ao site dos encarnados negou o conteúdo da reportagem transmitida na quarta-feira pela SIC.

O assessor jurídico da SAD do Benfica diz ainda que vai apresentar queixa-crime contra o canal, os responsáveis pela investigação e ainda contra incertos.

"Repudio veementemente qualquer tentativa torpe de associar o meu nome ou a minha pessoa a atos menos próprios ou censuráveis. É mentira que tenha contactado quem quer que fosse para quaisquer subornos, pedidos, promessas ou prémios. Porque assim é, dei indicações ao meu advogado para intentar de imediato a respetiva participação criminal contra os autores da reportagem divulgada", disse.

Já o advogado de Paulo Gonçalves, Carlos Pinto de Abreu fala em "fake news" e sublinha que tudo não passa de uma "calúnia" contra o seu cliente. "Declarações e ações de encapuzados não têm a virtualidade de serem consideradas minimamente sérias e credíveis, senão como ofensas ou difamações por quem as profere e por quem as difunde", sublinha o jurista.