Tribuna Expresso

Perfil

Benfica

Operação ‘Mala Ciao’ da PJ fez 24 buscas

Em desenvolvimento

Operação da Polícia Judiciária e MP do Porto fez 24 buscas a quatro clubes. Benfica, Vitória de Setúbal, Paços de Ferreira e Desportivo das Aves alvo da Operação 'Mala Ciao'

Hugo Franco, Pedro Candeias e Isabel Paulo

Gualter Fatia

Partilhar

A Polícia Judiciária do Porto está a realizar buscas à SAD do Benfica e nas instalações do Vitória de Setúbal, do Desportivo das Aves e do Paços de Ferreira. A operação da PJ intitula-se "Mala Ciao".

O "Correio da Manhã" adiantou que as buscas estarão relacionadas com alegada corrupção desportiva, com o Benfica a ser alvo de suspeitas de ter subornado atletas dos outros clubes para vencerem o FC Porto. A "Sábado" acrescenta que as autoridades investigam também um eventual esquema de corrupção de jogadores de futebol através da promessa ou da compra efectiva dos respectivos passes.

A Tribuna Expresso sabe que investigação policial se centra em jogos da Primeira Liga realizados durante a última época. Além dos quatro clubes investigados haverá também empresários desportivos na mira da PJ, num processo onde existem suspeitas de crimes de corrupção activa e passiva, tráfico de influência e oferta ou recebimento indevido de vantagem.

De acordo com a Procuradoria-Geral Distrital do Porto, realizaram-se catorze buscas domiciliárias e dez não domiciliárias, quatro das quais a sociedades desportivas. "As buscas têm lugar nas comarcas de Viana do Castelo, Braga, Bragança, Porto, Porto Este, Lisboa e Setúbal e são efetuadas pela Polícia Judiciária, sob direcção do Ministério Público".

Fonte oficial do Vitória de Setúbal confirmou esta manhã que uma equipa da Polícia Judiciária se encontrava nas instalações do clube.

Em comunicado, o Benfica confirma as buscas ao Estádio da Luz: “A Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD reitera a sua total disponibilidade em colaborar com as autoridades, no sentido de um profundo e cabal esclarecimento deste processo em investigação, em prol da defesa e bom nome e da reputação da nossa instituição, encarando com serenidade todo o conjunto de diligências necessárias ao apuramento da verdade. O Benfica reafirma a todos os seus Sócios, adeptos e simpatizantes - que a exemplo do provado em recentes processos com decisões finais - sempre pautou a sua conduta por um escrupuloso respeito da legalidade”.

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, já anunciou uma conferência de imprensa para as 15h30 desta segunda-feira.

Também o Desportivo das Aves confirmou a operação policial desta segunda-feira. "O Clube Desportivo das Aves – Futebol SAD vem por este meio confirmar que as suas instalações foram alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária. O clube colaborou com as autoridades em todas as diligências efectuadas."

O Paços de Ferreira reagiu há poucos minutos: "O Futebol Clube de Paços de Ferreira informa que no âmbito de um processo de investigação, colaborou com as autoridades policiais prestando toda a informação solicitada com vista ao esclarecimento e defesa do bom nome da instituição." O clube diz estar "totalmente disponível para cooperar com todas as entidades com vista ao esclarecimento de todo e qualquer processo de investigação". E conclui que "sempre pautou as suas condutas por princípios de legalidade e por via disso aguardará com total serenidade os desenvolvimentos processuais, garantindo a todos os associados a defesa da honra e bom nome da instituição".