Tribuna Expresso

Perfil

Ciclismo

Vuelta: Rui Costa ainda cheirou a vitória de etapa, mas foi De Gent a fazer o pleno

Ciclista português esteve na fuga do dia, lutou no sprint final, mas a vitória acabaria por ser do belga da Lotto-Soudal, que junta assim um triunfo na Vuelta a vitórias de etapa no Giro e Tour. Entre os favoritos, Contador atacou (de novo), mas não houve qualquer mexida na geral

Lídia Paralta Gomes

JAVIER LIZON/EPA

Partilhar

Era o tipo de etapa para Rui Costa: acidentada ma non troppo e sem a pressão dos favoritos, que por esta altura estão mais preocupados se anularem uns aos outros do que exatamente com ciclistas que já não contam para a geral. E o ciclista português, campeão do Mundo sabia disso mesmo.

Na última oportunidade para brilhar, na 19.ª tirada, com chegada a Gijón - amanhã há chegada ao Anglirú, só para especialistas na montanha -, Rui Costa integrou a fuga do dia, ele e gente do calibre de Romain Bardet, Nicolas Roche, Jarlinson Pantano, Bob Jungels, Simon Clarke ou Thomas De Gent, todos em busca de uma redenção tardia nesta Vuelta.

A vitória de Rui Costa chegou a parecer uma forte possibilidade a 10 quilómetros da meta, quando o ciclista da Team UAE Emirates, Roche e Bardet aproveitaram a última montanha do dia (3.ª categoria de Huerces) para deixar para trás o resto do grupo, apanhando entretanto Ivan Garcia (Bahrain), que andou largos quilómetros sozinho na frente.

Contudo, a três quilómetros do final o quarteto foi alcançado, abrindo muito mais a luta pela vitória, que seria discutida ao sprint. Rui Costa ainda tentou intrometer-se, mas seria Thomas De Gent (Lotto-Soudal) a passar em primeiro na meta. O belga de 30 anos fez assim o pleno nas grandes voltas: tem uma vitória de etapa em cada uma. O português acabaria em 4.º lugar.

Enquanto isso, lá atrás Alberto Contador tentava o enésimo ataque, que acabaría neutralizado pelo pelotão já bem perto da meta - atacará seguramente de novo amanhã, na chegada ao Alto de l’Anglirú, contagem de montanha de categoria especial e onde todas as contas desta Vuelta se irão decidir, na véspera da chegada a Madrid.

Classificação geral após a 19.ª etapa:

1. Chris Froome (Sky), 75:51.51 horas
2. Vincenzo Nibali (Bahrain), a 1.37 minutos
3. Wilco Kelderman (Team Sunweb), a 2.17 m
4. Ilnur Zakarin (Katusha), a 2.29 m
5. Alberto Contador (Trek), a 3.34 m
6. Miguel Angel Lopez (Astana), a 5.16 m
7. Michael Woods (Cannondale), a 6.33 m
8. Fabio Aru (Astana), m.t.
9. Wout Poels (Sky), a 6.47 m
10. Steven Kruijswijk (LottoNL-Jumbo), a 10.26 m

(...)

37. Rui Costa (UAE Emirates), a 1:37.38 h
47. Nelson Oliveira (Movistar), a 1:57.32 h
54. Ricardo Vilela (Manzana Postobon), a 2:15.27 h
134. Rafael Reis (Caja Rural), a 4:03:46 h