Tribuna Expresso

Perfil

Entrevistas Tribuna

“Antes, era impensável o FC Porto andar há três anos sem títulos. O Sporting já está mais habituado. Infelizmente!”

O único jogador português que jogou com as cores dos cinco campeões nacionais vai jogar o palpitante FC Porto-Sporting não de chuteiras mas na pele de comentador do “Correio da Manhã”. Dá ligeira vantagem aos Dragões e torce para que o Benfica não chegue ao tetra, por acreditar que Jesus ainda pode fazer o milagre do título

Isabel Paulo

ANTÓNIO PEDRO FERREIRA

Partilhar

Vai ao Dragão assistir ao dérbi?
Era bom, mas não posso. Vou estar a comentar o jogo para o “Correio da Manhã”.

Neste clássico, quem parte como favorito?
São sempre jogos muito imprevisíveis, que podem ser decididos por detalhes, mas é claro que o FC Porto tem uma ligeira vantagem por jogar em casa. O que não significa que o Sporting não tenha condições para vencer o jogo, até porque Jorge Jesus no confronto direto com Nuno Espírito Santo vence de goleada. Sete derrotas, seis no Rio Ave e uma pelos Dragões.

Há sempre uma primeira vez para tudo e o FC Porto está em crescendo, ao contrário do Sporting. Vai ser um confronto diferente do da primeira volta, depois do afastamento da equipa de Jorge Jesus da frente a par da aproximação do FC Porto ao Benfica. Ainda há pouco ninguém pensaria que estivessem nesta altura do campeonato apenas com um ponto de diferença, embora o facto de ter recuperado tantos pontos de atraso também possa causar maior pressão à equipa. E o efeito pressão não é necessariamente bom...

Nuno Espírito Santo diz que a equipa ainda não está no lugar que quer, vai continuar a olhar para cima e que só depende de si própria para ser campeão.
É o único discurso possível. É verdade que a equipa está mais confortável, dependendo só si, desde que ganhe todos os jogos. O que também é verdade para o Benfica.

Rui Vitória e companhia relaxaram? Houve excesso de confiança?
Não me parece. Todas as equipas passam por momentos menos positivos ao longo da época e nota-se que houve um abaixamento de forma. Perdeu em Setúbal, já tinha empatado com o Boavista em casa, o que para para a competição foi bom ao relançar o campeonato...

A dois. O título para o Sporting não é uma miragem?
Ainda é uma corrida a três. No caso do Sporting ganhar, fica a três pontos do FC Porto e o Benfica ainda vai a Alvalade. Por experiência própria, sei que nunca é fácil jogar no Dragão, mas o Sporting tem uma boa equipa, que já mostrou que se agiganta contra os grandes, como aconteceu com o Real Madrid, apesar de não ter ganho por azar, e um treinador como poucos. Ter bons jogadores é importante, mesmo que alguns ainda não estejam habituados a esta realidade, mas se há treinador capaz de dar a volta ao campeonato nesta altura só mesmo Jorge Jesus. O que não quer dizer que não erre ou falhe nas opções, como já aconteceu algumas vezes esta época.

antonio pedro ferreira

O Sporting emagreceu o plantel no mercado de inverno. É o coração a falar?
Há que levantar a cabeça. O mercado de inverno não beliscou a equipa, que os jogadores que saíram, como é o caso de Meli ou Petrovic, para só falar de alguns, não acrescentavam nada à equipa, nem estiveram à altura do que deles se esperava. Emagrecer não significa ficar mais fraco. Voltaram jogadores com provas dadas, como Palhinha, Francisco Geraldes ou Podence, que vieram acrescentar talento e juventude, importante num clube com o perfil do Sporting. Na minha opinião, a equipa ficou mais forte.

Soares foi uma boa aquisição para o FC Porto?
Uma grande aquisição, uma mais-valia no Nacional da Madeira e mais ainda em Guimarães. Rápido, forte, um jogador de área com bom jogo de cabeça. Grande solução para jogar com André Silva e para fazer esquecer o fiasco que é Deproite.

d.r.

Rúben Neves deve ficar de fora por lesão e William Carvalho está castigado. Qual dos dois fará mais falta?
O William, sem dúvida. É um dos melhores trincos da Europa, campeão europeu e tem grande peso na equipa. Mas vai lá estar o Palhinha...

Se o título voltar a escapar outra vez, será mais dramático para o FC Porto ou Sporting?
Dramático não é para nenhum, que futebol é um jogo, não é um caso de vida. Será, sim, complicado para qualquer um dos dois, depois dos investimentos feitos por Pinto da Costa e Bruno de Carvalho para evitar que o Benfica chegue ao tetra. Mas mais para o FC Porto, um clube que até há poucos anos era impensável ficar três anos sem títulos, enquanto o Sporting já está habituado. Infelizmente! Estou a torcer para que o hábito não se repita.