Euro 2016

Perfil

Suécia com bom teste, Bélgica volta a deixar interrogações

Suécia e Bélgica, seleções do Grupo E do Euro2016, somaram este domingo vitórias nos seus jogos de preparação, ao baterem o País de Gales e a Noruega, respetivamente por 3-0 e 3-2

Lusa

Zlatan Ibrahimovic jogou durante 61 minutos, tendo sido substituído por Emir Kujovic

TT NEWS AGENCY

Partilhar

A vitória dos suecos foi clara e contundente, por três golos sem resposta, perante outro finalista da prova gaulesa, que integra o grupo B, juntamente com a Inglaterra, a Rússia e a Eslováquia.

Os suecos marcaram ainda na primeira parte, aos 40 minutos, pelo avançado Emil Forsberg, aumentaram a vantagem na segunda parte, aos 57, pelo defesa Mikael Lustig, e fecharam o resultado aos 87, pelo dianteiro do Celta de Vigo, John Guidetti.

Zlatan Ibrahimovic, que ficou em branco, jogou durante 61 minutos, tendo sido substituído por Emir Kujovic, enquanto o benfiquista Lindelöf não foi utilizado.

O País de Gales, que começou com Gareth Balle no banco, deixou uma imagem de alguma fragilidade no seu último ensaio antes da estreia no Euro2016, que acontecerá a 11 de junho, diante da Eslováquia, em Bordéus.

Já a Suécia estrear-se-á na competição a 13 de junho, frente à República da Irlanda, em Saint-Denis, arredores de Paris.

Bélgica em grandes dificuldades

A Bélgica, que já tinha empatado a um golo em casa com a Finlândia, no seu jogo anterior de preparação, voltou a denotar grandes dificuldades para se impor perante outra seleção nórdica, a Noruega, que esteve a ganhar por 2-1 e acabou por perder por 3-2.

Os belgas entraram praticamente a ganhar, com um golo de Romelu Lukaku, aos três minutos, mas os noruegueses deram a volta ao marcador com golos de Joshua King e Veton Berisha, aos 21 e 48 minutos, pondo a nu as deficiências da defesa belga, cuja dupla de centrais constituída por Kompany e Lombaerts está fora do Euro2016 por motivo de lesões.

No entanto, os belgas ainda conseguiram reagir na última meia hora e virar o resultado no espaço de três minutos, com os golos de Eden Hazard, aos 70, e de Laurent Ciman, aos 73, sete minutos depois de ter sido lançado em campo.

Além do País de Gales, o dia não correu bem a outra seleção do Grupo B, a Rússia, que não fez melhor do que um empate a um golo frente à seleção da Sérvia, num jogo realizado em campo neutro, no Mónaco.

Os russos só chegaram ao golo a cinco minutos do fim, pelo 'gigante' Artem Dzyuba, ponta de lança do Zenit, mas os sérvios, que não estão no Euro2016, conseguiram empatar aos 88, por Aleksander Mitrovic, ponta de lança dos ingleses do Newcastle.

Nos sérvios, o avançado Nikola Stojiljkovic, jogador do Sporting de Braga, entrou aos 89 minutos, a substituir precisamente o autor do golo.

Por seu lado, a República Checa, que integra o Grupo D do Euro2016, perdeu por 2-1 na receção à Coreia do Sul, equipa pela qual o portista Suk apontou o segundo golo, aos 40 minutos.

Bit-Geram Yoon inaugurou o marcador, aos 26 minutos, enquanto Marek Suchy faturou para os checos, aos 46.