Euro 2016

Perfil

Nas mãos do preto

"O coração também respira" é uma coleção de histórias de ficção de Jorge Araújo, que são crónicas do quotidiano com gente e futebol lá dentro.

Jorge Araújo

Partilhar

- Sabes uma coisa, Vitorino?
- O quê, Abel?

-Eu não compreendo a fixação do Fernando Santos no preto.
- Qual preto?

- O preto!
- Mas a nossa selecção está cheia de pretos.

- Como assim?
- Pelas minhas contas, temos pelo menos cinco.

- Pois é. Tens razão.
- Mas estás a falar de qual deles?

- Do preto que era do Braga.
- Ah, o Éder?

- Esse mesmo.
- Eu também não gosto muito do gajo, mas o Fernando Santos deve ter as suas razões.

- Mas o gajo não acerta uma.
- Mas o treinador é que sabe.

- Cá para mim, cheira-me que o Jorge Mendes é que meteu o gajo na lista.
- Achas mesmo?

- O Mendes não é o agente do Ronaldo? Então, o gajo manda naquilo.
- Não acredito. Olha que o Fernando Santos é uma pessoa de bem.

- Também acho. Mas não consigo engolir essa do Éder.
- Sabes que não é só ele que acredita no preto.

- Não me digas.
- O professor Bambara também é da mesma opinião.

- Professor Bamba o quê?
- O preto que costuma vir aqui ao café?

- Mas o gajo também percebe de futebol?!
- De futebol não sei, mas é bruxo.

- Bruxo?
- Sim, bruxo.

- Dessa não sabia eu...
-Nem eu…

- E tu acreditas nestas coisas?
- Claro que acredito.

- As coisas que um homem aprende...
- Ele esteve a ler os búzios e disse-me que o Éder ainda nos vai dar muitas alegrias.

- O gajo sabe ler búzios?
- Parece que é a sua especialidade.

- E eu que pensava que no futebol era mais polvos.
- Isso foi no Mundial.

- Então, o gajo acha mesmo que estamos nas mãos do preto?
- Não acha, tem a certeza.

- Isso então muda tudo.
- Como assim?

- Vais ver que a bola ainda lhe acerta na canela e entra.
- No preto? – perguntou António, acabado de desaguar na conversa.

- Qual preto?
- No Éder – respondeu António com a melhor das boas intenções.

- Cuidado com o que dizes, António. Não permito que fales assim do Éder.