Euro 2016

Perfil

Para os turcos, desistir nunca é uma opção

Croácia-Turquia joga-se às 14h e espera-se um jogo intenso entre duas seleções rivais que protagonizaram um dos encontros mais épicos dos Europeus. Aconteceu em 2008

Pedro Candeias

Foto AFP

Partilhar

A reputação pode ser boa e pode ser má e até pode ser assim-assim, mas a reputação não nasce do nada - é o padrão de comportamentos de um tipo ou de vários tipos que nos leva a dizer que ele ou eles são isto, aquilo ou aqueloutro. Os turcos, por exemplo, são o quê? Intensos. Corajosos. Lutadores. E intensos. Corajosos. E lutadores.

Os croatas sabem disso, estão sobreavisados para a reputação turca, mas nunca é de mais recordar. "Eles são guerreiros e nós temos de estar preparados para isso", disse o capitão Dario Srna sobre o Croácia-Turquia desta tarde (14h).

Croatas e turcos têm uma rivalidade histórica, que vem dos tempos das guerras Otomanas, e entre estas duas seleções há sempre uma tensão que salta das bancadas para os relvados. Porque a Croácia tem mais talento, tem também mais vitórias (2) do que derrotas (1), mas o único desaire aconteceu num dos jogos mais épicos da história dos Europeus. E é a ele que vamos, porque é a encontros como este que os turcos se agarram para sonhar em França.

Nos quartos de final do Euro-2008, a Croácia e a Turquia carregaram um empate até ao prolongamento - e para além dele. Os croatas marcaram ao minuto 119, por Klasnic, e quando todos achavam que aquilo significava o fim, Senturk fez o empate nos minutos de desconto do tempo extra. Nos penáltis, a Turquia bateu a Croácia por 3-1 e avançou para as meias-finais, onde acabaram por cair diante da Alemanha que chegou ao triunfo (3-2) no minuto... 90 (golo de Lähm).

Foi a melhor classificação da Turquia num Europeu e foi uma das campanhas mais épicas do futebol internacional - é que para avançarem na fase de grupos, os turcos tinham batido a República Checa por 3-2 depois de estarem a perder por 2-0 até ao minuto 74. Arda Turan (75') e Nihat (87' e 89') deram a volta ao texto. Curioso: os checos também estão no Grupo D

Para os turcos, desistir numa é uma opção.