Euro 2016

Perfil

Membro da Federação da Rússia defende confrontos no Euro 2016

Um membro da Federação de Futebol da Rússia e vice-presidente do Parlamento russo, Igor Lebedev, felicitou os hooligans russos envolvidos nos confrontos de sábado na cidade de Marselha, antes e durante o Rússia-Inglaterra (1-1) e que provocaram 35 feridos, quatro dos quais em estado grave.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

Partilhar

"Não vejo nada de condenável nas lutas entre adeptos. Pelo contrário, ou os parabéns aos nossos rapazes! Continuem! Não percebo como é que existem políticos e dirigentes a condenar os nossos adeptos. Temos de os proteger e compreendê-los”, escreveu Lebedev na sua conta do Twitter.

Lebedev, do Partido ultra nacionalista Liberal Democrata da Rússia, deixou ainda uma crítica à polícia francesa:

“O que aconteceu em Marselha e noutras cidades francesas não tem a ver com o álcool mas com a incapacidade da polícia referente à organização do Campeonato da Europa”, disse.

Numa entrevista ao site Life.ru, o dirigente afirmou ainda que o ministro russo do Desporto teria gostado de participar nos confrontos.

"Ele também teria ido e lutado contra os adeptos ingleses, uma vez que foram eles quem começaram", disse.

Os confrontos entre adeptos ingleses, russos e franceses e com a polícia, à margem do jogo Inglaterra-Rússia de sábado, provocaram 35 feridos, dos quais quatro em estado grave, e diversas detenções, mas nenhuma de adeptos russos.

Partilhar