Euro 2016

Perfil

Quarenta e três adeptos russos ficam detidos em Marselha

Os 43 adeptos russos que foram controlados no sudoeste da França, no quadro da investigação dos confrontos ocorridos no sábado aquando do Inglaterra-Rússia do Euro2016 de futebol, ficaram detidos e vão ser ouvidos em Marselha.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Partilhar

Segundo a agência France Presse, que cita o prefeito dos Alpes-Marítimos, Adolphe Colrat, todos os 43 adeptos serão ouvidos no tribubal de Marselha, após o que serão libertados, expulsos no quadro de um processo administrativo ou ainda sujeitos a procedimento judicial.

da Marselha, após o que serão libertados, expulsos no quadro de um processo administrativo ou ainda sujeitos a procedimento judicial.

Cerca de 30 desses adeptos recusaram-se inicialmente a submeter-se aos controlos e a descer do autocarro, já no pátio da 'gendarmerie' de Mandelieu-la-Napoule, a hora e meia de Marselha. Acabaram por aceitar descer da viatura e foram transportados pelas forças policiais para Marselha.

Alexandre Chpryguine, presidente da associação de adeptos russos, disse na sua conta twitter que está entre os controlados e tem publicado várias mensagens, por vezes com fotografias.

Os controlos de identidade, efectuados pela "Gendarmerie" em coordenação com a Divisão Nacional de Luta contra o Hooliganismo (DNLH), destinavam-se nomeadamente para verificar se esses adeptos estão numa lista de risco.

"Temos indícios suficientemente precisos sobre a participação de vários de entre eles em situações de violência inaceitável", disse Adolphe Colrat.

Os adeptos russos controlados em Mandelieu-la-Napoule estavam de partida para Lille, palco do segundo jogo da Rússia no Euro, na quarta-feira, contra a Eslováquia.

Lusa