Euro 2016

Perfil

Governo russo considera “inaceitáveis” detenções de adeptos

Ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergei Lavrov, criticou hoje a detenção de adeptos russos pelas autoridades francesas no Euro 2016 de futebol, dizendo que são "absolutamente inaceitáveis".

Lusa

© Wolfgang Rattay / Reuters

Partilhar

"É um incidente absolutamente inaceitável quando um autocarro, com mais de 40 adeptos russos é parado pela polícia", começou por dizer o responsável do governo em alusão aos 43 adeptos que ficaram sob custódia na terça-feira.

Os adeptos foram controlados no quadro da investigação dos confrontos ocorridos no sábado à margem do Inglaterra-Rússia (1-1), quando se encontravam num autocarro em Mandelieu-la-Napoule, a 170 quilómetros de Marselha.

"Eles (polícia) pediram que saíssem do autocarro para apresentação de documentos e verificação de identidades", acrescentou o ministro.

Já hoje, 11 desses 43 adeptos foram libertados, mantendo-se os restantes sob custódia.

A investigação francesa incide nos confrontos de sábado entre adeptos russos e ingleses, que deixaram 35 feridos, a maioria dos quais britânicos, uma deles em estado grave, mas estável.

A UEFA já tinha ameaçado excluir as seleções da Rússia e Inglaterra caso os seus adeptos repitam comportamentos violentos e na terça-feira o Comité Disciplinar puniu mesmo os russos com a desqualificação, com pena suspensa.

"Esta desqualificação tem pena suspensa até ao final do torneio. Essa suspensão será levantada se ocorrerem incidentes de natureza similar (distúrbios dos adeptos) dentro do estádio de qualquer um dos jogos da equipa russa durante a competição", disse o organismo.

  • Federação russa diz que respeitará sanções da UEFA

    “Vamos respeitar a decisão da UEFA. Como é que poderia ser de outra forma?”, reage o presidente da Federação e ministro dos Desportos, Vitali Moutko, perante a desqualificação imediata do Euro 2016 em caso de novos episódios de violência por parte dos adeptos russos

  • Vídeo filmado por adepto russo mostra violência contra adeptos ingleses

    Um vídeo filmado por um adepto russo com uma câmara GoPro mostra espisódios de violência contra adeptos ingleses, no Euro 2016. Um adepto russo, de calções às riscas brancas e verdes, colocou uma câmara à cintura e começou a filmar. O homem é, claramente, um dos elementos do grupo que está na origem dos incidentes. Há imagens em que se vê a atirar cadeiras e a fazer gestos provocadores contra os adeptos ingleses, imagens em que o próprio tem na mão uma garrafa de vidro para arremessar. O russo chega mesmo a pontapear uma pessoa que está no chão. Estas imagens foram captadas fora do estádio, no dia do jogo com a Inglaterra, em Marselha. O vídeo foi posto a circular no Youtube. Há ainda relatos de grupos que roubaram dinheiro e telemóveis depois de atacarem adeptos ingleses. As imagens podem chocar os espetadores mais sensíveis.