Euro 2016

Perfil

Putin estranha como “200 adeptos russos bateram milhares de ingleses”

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, considerou "uma desgraça" a violência dos adeptos de futebol, mas questionou como duas centenas de russos puderam sobrepor-se a "milhares de ingleses", a propósito dos incidentes no Euro2016, em França.

© Grigory Dukor / Reuters

Partilhar

"As lutas entre adeptos russos e ingleses são uma desgraça", disse o líder do gigante de Leste, à margem de um fórum económico anual no seu país, que decorre em São Petersburgo.

Porém, Putin levantou a questão: "Não compreendo, verdadeiramente, como 200 dos nossos adeptos conseguiram bater vários milhares de ingleses".

O Comité de Controlo, Ética e Disciplina da UEFA decidiu, dia 14, desqualificar a Rússia do Euro2016, com pena suspensa, na sequência dos incidentes de sábado no Estádio Vélodrome, em Marselha, antes, durante e depois do Inglaterra-Rússia (1-1).

Quinta-feira, um tribunal de Marselha condenou três adeptos russos a penas de prisão de um a dois anos por envolvimento nos atos de violência, que provocaram já uma morte e 35 feridos na sua grande maioria entre os fãs britânicos. Outros 20 russos serão expulsos do país.