Euro 2016

Perfil

Roger Spry: Onde é que já o vimos antes?

Chegou para trabalhar no Vitória de Setúbal com Malcolm Allison, passou pelo Sporting e foi campeão no Porto. Roger Spry revolucionou o treino físico em Portugal. Hoje é o preparador físico dos austríacos

Expresso

TOBIAS SCHWARZ

Partilhar

Os anos vão pasando e as memórias vão ficando turvas, pouco claras, como os escritos na areia que a maré vai apagando. A vida é assim mesmo. Há coisas que acabam mesmo por se apagar completamente e deixam de existir porque não nos lembramos mais. Há outras, no entanto, que perduram, que ficam guardadas nas gavetas da nossa memória como se de ficheiros se tratassem e que a elas voltamos por uma razão ou por outra.

Era eu um garoto quando pela mão do meu pai aprendi a gostar de futebol. A romaria, domingo sim domingo não, ao Estádio José de Alvalade era a alegria da minha jovem pessoa. Adorava aquilo. E não chegava, não era suficiente. Volta e meia lá conseguia convencer o meu velho que me levasse a ver os treinos, na altura quando ainda era possível. Sempre munido com um caderno para pedir autógrafos, eram minutos de adrenalina pura.

Conseguir explicar a alguém a felicidade que era ver Figo, Balakov, Ivkovic, Cadete e outros a correrem à volta do campo durante 20 minutos não é fácil. Nada fácil também, era perceber o que um tal de Spry gritava aos jogadores que os fazia dançar, pular e fazer golpes de karate em pleno relvado. Uma coisa nunca antes vista.

Roger Spry era o prepador físico que acompanhava o treinador Malcolm Allison, ambos ingleses, nas suas aventuras profissionais por terras lusas. Estiveram juntos no Vitória de Setúbal e mais tarde reencontraram-se em Alvalade.

Mas o que interessa nesta memória é o espanto com que, os métodos de Spry, foram recebidos em Portugal. Por aqui os jogadores estavam habituados a correr à volta do campo e a fazer alongamentos no fim do treino. Spry veio agitar as águas. Os exercícios eram feitos ao som de música tocada por um rádio que o inglês trazia consigo para os treinos. Com ele trouxe novas ideais para a preparação física dos jogadores, novos métodos e mais do que isso uma nova mentalidade que revolucionou o treino das equipas em Portugal.

Roger Spry hoje com 65 anos é o preparador físico da Áustria, o próximo adversário de Portugal no Euro-2016.