Euro 2016

Perfil

Cristiano Ronaldo confia no fim do azar e no apuramento

O 'capitão' da seleção de Portugal, Cristiano Ronaldo, considerou hoje que o azar vai acabar e a seleção vai vencer quarta-feira a Hungria, apurando-se assim para os oitavos de final do Euro2016 de futebol.

© Reuters Staff / Reuters

Partilhar

"Quem tenta sempre alcança. Nós, os jogadores, temos de pensar que é possível. Se ganharmos, estamos qualificados. Quem gosta de Portugal também tem de acreditar. O mal não dura para sempre, há que acreditar que as coisas vão correr melhor", disse, após o empate 0-0 com a Áustria.

O 'nulo' compromete as aspirações lusas, já que Portugal é terceiro do Grupo F, com dois pontos, contra quatro da líder Hungria, que Portugal defronta na quarta-feira, dois da Islândia e um da Áustria.

O desafio de Paris valeu história para Cristiano Ronaldo, agora o que mais vezes representou a seleção, com 128 jogos, contra 127 de Figo.

"É um motivo de orgulho fazer 128 internacionalizações por Portugal e bater o nosso mítico Figo. Sei que ele no fundo também está orgulhoso por isso. Obviamente que era um objetivo ser o mais internacional e máximo goleador da seleção, mas de certa forma deixa-me um pouco triste, porque esta não era a maneira que queria bater este recorde", assumiu.

Ronaldo pensava em celebrar "da maneira mais bonita" e assume que esta "não foi a forma que idealizava".

"Isto é futebol. Obviamente, é algo que não queríamos. Tivemos bastantes oportunidades, jogámos bem. Não conseguimos concretizar. Eu também falhei um penalti e mais oportunidades. Faz pete futebol. Temos de continuar a acreditar", completou.

Por fim, agradeceu ao público e desafiou os portugueses a acreditar na qualificação.

Lusa