Euro 2016

Perfil

Sadiku: “O Ronaldo é o meu ídolo, é o melhor jogador do mundo”

Este é o novo herói nacional da Albânia, o tal que marcou o primeiro golo albanês num Europeu. Os três pontos da vitória alimentam o sonho de passar aos oitavos de final

Mariana Cabral, enviada ao Euro 2016

Comentários

JEFF PACHOUD

Partilhar

Há nomes que ficam para a história e Armando Sadiku é um deles. O avançado do Zurique (que esta época esteve emprestado ao Vaduz, equipa do Liechtenstein que compete no campeonato suíço) marcou o prímeiro golo da Albânia num Europeu de futebol, o que permitiu à seleção ficar em 3º lugar do grupo A, à frente da Roménia. Os albaneses ainda não sabem se vão qualificar-se para os oitavos de final, mas a festa está feita e Sadiku mal conseguia conter a emoção, na zona mista do Albânia-Roménia

É o melhor dia da tua vida? É o melhor dia da minha vida e é o melhor golo da minha vida. Estou tão feliz por ter conseguido ajudar a minha equipa e sinto-me óptimo pelos adeptos e pelo meu país. Estou tão feliz! É a melhor noite da minha vida.

O ambiente no estádio durante o jogo foi incrível. É sempre assim, estes adeptos são incríveis. Nem sei como dizer isto, são uns adeptos malucos, eles chegaram no sábado e nem dormiram, só estiveram em festa. Esta vitória é para eles, são espectaculares.

Este é o maior feito desportivo da Albânia? Sim, acho que hoje é o melhor dia da história do futebol albanês. Já estive no telemóvel a ver os vídeos das pessoas a celebrarem em Tirana e a cidade está completamente a arder, é incrível.

A Roménia era favorita mas vocês estiveram melhor.Todos sabem que a Roménia tem muita qualidade, ofensivamente e defensivamente, por isso para nós foi fantástico marcar, porque é muito difícil. Este golo é tão incrível… [risos] No intervalo estávamos todos no balneário cheios de adrenalina, muito motivados para a segunda parte e todos os jogadores deram 100% para ganhar.

Esperavas entrar na lista de marcadores no Euro antes do Cristiano Ronaldo? [risos] Cristiano Ronaldo é o melhor jogador do mundo. Ele é o meu ídolo, vejo-o sempre. Ok, falhou um penálti e algumas oportunidades, mas acho que está um pouco cansado. Ele ganhou a Liga dos Campeões, jogou sempre, fez 50 jogos na Liga espanhola… Mas é o melhor jogador do mundo.

O teu golo foi um cabeceamento certeiro, mas a defesa romena estava distraída. Sabes, é muito difícil às vezes, porque sou um avançado contra quatro defesas. A nossa forma de jogar aqui é ter uma organização defensiva muito boa e depois sair para o contra ataque. Por isso para mim, como avançado, é complicado, mas às vezes sou feliz. Como hoje, uma oportunidade, um golo. O treinador dá-me muita confiança, pôs-me a titular hoje novamente e eu agora estou kaput, nem sei. Marquei e estou tão feliz.

Quando marcaste foste logo festejar para o banco. Marquei e só pensei em ir para o banco para poder festejar com todos, jogadores, treinadores, massagistas, médicos, tudo. Todos trabalham com tanto coração nesta equipa que tinha de celebrar com eles todos. Foi um momento tão bom, o melhor momento da minha vida.

Mesmo que não passem, há festa? Pois, agora já não depende de nós, por isso vamos ter de ficar à espera para saber o que acontece com as outras equipas. Mas eu acredito muito. E é fantástico isto, estar aqui. Agora temos de esperar.

Sabes se têm mais ou menos hipóteses de passar? Não sei, não faço ideia nenhuma. Agora é só ir para o hotel e esperar. Amanhã logo se vê. Claro que fizemos alguma festa no balneário, mas não sabemos bem o que fazer mais. É uma situação de muita ansiedade. Vai ser uma emoção muito grande ver os outros jogos nos próximos dias, mas vou ver todos com a equipa, isso é de certeza. E rezar ao mesmo tempo “Deus, por favor”.

És jogador do Zurique, na Suíça. Mudarás de clube na próxima época? Ah, não sei, não faço ideia. Vamos ver depois do Euro e falar com o Zurique.

Vais conseguir dormir nos próximos dias? Não. Claro que não [risos].