Euro 2016

Perfil

Zlatan: quando o Euro acabar para a Suécia, a Suécia acaba para ele

Um resultado que não a vitória contra a Bélgica significará Zlatan com a camisola da Suécia pela última vez

Expresso

PASCAL PAVANI

Partilhar

Um dos maiores cromos da bola da última década acaba de anunciar a sua retirada da seleção. E Zlatan Ibrahimovic é daqueles que vêm com filete dourado. Dos mais difíceis de sair na coleção.

As cadernetas ficarão mais pobres a partir de agora.

É que aos 34 anos e com 62 golos marcados em 115 jogos o gigante avançado disse, na conferência de imprensa de antevisão ao decisivo jogo entre a sua Suécia e a seleção belga, que depois do Euro-2016 não vestirá mais a camisola amarela, nem mesmo nos Jogos Olimpicos: "O meu último jogo nesta competição será igualmente o meu último jogo pela Suécia. Por isso, espero que não seja já amanhã (quarta-feira). Não vou participar no Jogos Olímpicos"

"Estou muito orgulhoso daquilo que conquistei e, para onde quer que vá, vou sempre levar a bandeira sueca comigo. Deceção não existe, apenas orgulho. Estou muito agradecido a todos os adeptos."

A Suécia tem apenas um ponto e está em terceiro lugar no Grupo E, com uma derrota e um empate.

O jogador sueco fez a sua primeira internacionalização contra as Ilhas Faroé em 2001, jogou nos mundiais de 2002 e 2006 e esteve nos últimos quatro campeonatos europeus.