Euro 2016

Perfil

Presença na final vale no mínimo €5 milhões

O apuramento para a final do Euro 2016 valerá, no mínimo, cinco milhões de euros para os cofres da Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Mas esse montante poderá subir aos oito, caso a seleção nacional vença a competição.

Lusa

Partilhar

Michael Steele

Ao todo, de acordo com a lista de recompensas da UEFA, o organismo que rege o futebol europeu, a FPF, já arrecadou 17,5 milhões de euros pela campanha que Portugal está a realizar no Europeu de França e pela presença confirmada nas meias-finais.

Caso a seleção nacional vença na quarta-feira o País de Gales, em Lyon, é certo que o prémio de participação na competição vai ultrapassar a fasquia dos 20 milhões de euros, ficando a dúvida qual será o número final.

Se Portugal levantar o troféu a 10 de julho no Stade de France, que seria algo inédito na história do futebol português, a recompensa dada pela UEFA será de oito milhões de euros e a FPF abandonará solo francês com 25,5 milhões no bolso. Em caso de derrota, ficará apenas com 22,5.

Até agora, a FPF apenas deixou fugir 1,5 milhões de euros, pelos três empates alcançados na fase de grupos, com Islândia (1-1), Áustria (0-0) e Hungria (3-3). Se tivesse ganho esses três encontros, Portugal ainda estaria na corrida ao jackpot de 27 milhões de euros, o montante máximo que uma seleção pode arrecadar no Euro 2016.

Do grupo dos quatro semifinalistas, Portugal acaba por ser aquele que menos ganhou na competição, ficando atrás de Alemanha e França, que já levam 18,5 milhões de euros, e País de Gales, que garantiu 18 milhões.

No lado oposto, a Ucrânia somou três derrotas na fase de grupos e regressou a casa com apenas oito milhões de euros, valor correspondente à participação na fase final. Roménia, Rússia, República Checa, Suécia e Áustria, todos com um empate, ficaram com 8,5.

Além do prémio por estar presente em França, cada vitória na fase de grupos valia um milhão de euros e o empate 500 mil. O apuramento para os oitavos de final teve uma recompensa de 1,5 milhões de euros e, a partir daí, os prémios da UEFA começaram a ser exclusivamente para a passagem das eliminatórias, com a presença nos quartos a valer 2,5 milhões de euros e nas meias quatro milhões.

Para o Euro 2016, a UEFA tem um total de 301 milhões de euros para serem distribuídos pelas 24 seleções, mais 105 do que a prova de há quatro anos, que decorreu na Polónia e na Ucrânia.

Partilhar