Euro 2016

Perfil

Mar de gente e fogo de artificio no areal da Figueira da Foz na vitória portuguesa

Um mar de gente estimado em cerca de 30 mil pessoas, entre as quais o 'surfista' Garrett McNamara, vibrou hoje, na praia da Figueira da Foz, com a vitória de Portugal frente à França, na final do Europeu de futebol.

HUGO DELGADO

Partilhar

Mal o árbitro apitou para o final do encontro, confirmando a vitória de Portugal por 1-0, a festa no recinto do festival de música eletrónica Somnii teve direito a um espetáculo de fogo de artifício e milhares de adeptos, impulsionados por André Henriques, dj da RFM, cantaram o hino nacional e aplaudiram e gritaram o nome de jogadores como Ronaldo, Quaresma e Éder, o marcador do golo da vitória.

Numa noite fria, em que a neblina se substituiu ao sol ao final da tarde, os ânimos estiveram contidos até ao prolongamento, quando o golo de Éder provocou uma enorme explosão de alegria entre os adeptos que se concentraram na praia do Relógio.

Até aí os comentários dividiam-se entre a "maldade" da jogada que resultou na lesão de Cristiano Ronaldo, alvo de uma entrada mais dura de um jogador francês e que levou a ser substituído por Ricardo Quaresma, aos 30 minutos e a crença de que a equipa, mesmo sem o capitão em campo, ia vencer o jogo.

"Tiraram-nos o capitão mas não vai fazer diferença", disse à Lusa Paulo Torres, 21 anos, de Santarém, sentado no areal e embrulhado numa bandeira nacional para se defender do frio.

"Isto é uma loucura. Acabou por ser o ?patinho feio' da equipa, o Eder, a marcar", disse joão Nuno, 23 anos, ele que passou os minutos finais do prolongamento de costas para o ecrã gigante, espreitando aqui e ali e, no final, chorava agarrado à namorada.

Também o surfista norte-americano Garrett McNamara festejou no recinto do Somnii, vestido com uma camisola da seleção nacional e garantindo que a paixão pelo futebol e pela equipa portuguesa vem desde o último mundial do Brasil e de um jogo Portugal-EUA, onde torceu pela equipa portuguesa.

"Sou um fã de Portugal e agora quero ver Portugal campeão mundial", afirmou.

O festival Somnii - suspenso para a transmissão da partida em dois ecrãs gigantes instalados no recinto - termina esta noite.

Lusa

Partilhar