Euro 2016

Perfil

Atualizado: O que os campeões europeus disseram uns dos outros

O "monstro", o "miúdo especial" e o "puto lelito"

Rui Antunes

Partilhar

Ao longo do Campeonato da Europa, os jogadores de Portugal fizeram várias referências a companheiros de equipa. Eis algumas das frases que proferiram uns sobre os outros:

Anthony Lopes:

"Rui Patrício é um grande guarda-redes e vou dar tudo para o ajudar nos aquecimentos"

Vieirinha:

"Fernando Santos entende o que os jogadores precisam e o que o jogo precisa. Toda a gente vê o trabalho dele. Como anda a disposição dele comparada com há uns anos [trabalharam juntos nos gregos do PAOK]? Parece estar melhor."

Ricardo Carvalho:

"É importante estar compacto atrás e depois, lá à frente, temos sempre Cristiano e Nani para marcar. Jogamos a pensar nisso."

Pepe:

"Graças a Deus tenho o privilégio de treinar com uma pessoa fora de série que é o Cristiano."

Bruno Alves:

"Não tenho palavras para descrever o Pepe. É um monstro."

Danilo:

"Admiro muito Rui Patrício, tem muita capacidade, salvou muitos golos. Se é o melhor ou não deste Europeu não sei, mas é o melhor para a nossa Seleção."

João Moutinho:

"Os penáltis podem calhar para qualquer lado. Estivemos muito bem a bater e o Rui Patrício, com uma enorme defesa, e o Quaresma, ao marcar o último penálti, fizeram com que conseguíssemos sair vitoriosos"

João Mário:

"O Raphael Guerreiro já tinha jogado comigo no Europeu de sub-21. Tem sido fantástico, tem feito um trabalho notável e esperamos que possa jogar por muitos anos por Portugal."

André Gomes:

"Quem já conhecia o Renato, e eu conheço-o desde miúdo nas camadas jovens do Benfica, sabia o potencial que tinha. É um miúdo especial, não há dúvidas."

Éder:

“É ótimo ter o melhor do mundo na nossa equipa. Dá-nos ainda mais ânimo para poder conquistar o que ambicionamos."

Nani:

"O Ronaldo é um grande jogador, falhar é normal, toda a gente falha. Está tranquilo e muito confiante para o próximo jogo."

"Fiquei muito triste que percebi que o Cristiano não dava para mais. Vieram-me as lágrimas aos olhos. E disse: 'Vou dar tudo por ti e pela seleção."

Cristiano Ronaldo:

"Grande vitória. Vamos. Golo do meu puto lelito."

"Desta vez não marquei, mas marcou o Renato. Dou-lhe os parabéns"

"Quando o treinador disse que só voltava a Portugal no dia 11, vi muita gente a duvidar e isso marcou-me. Estou muito feliz por ele. Grande treinador, grande homem, grande pessoa."

"Não sou o rei da cocada preta nem bruxo mas senti que o Éder ia fazer o golo da vitória. Disse-lhe: 'Vais entrar e vais marcar o golo que nos vai dar o Europeu."

Quaresma:

"Aquele abraço significa muito, porque Fernando Santos é dos treinadores que merece o meu respeito para sempre. Foi dos poucos, ou mesmo o único selecionador, que me deu a confiança que eu precisava. E não digo isso para que ele me ponha a jogar, porque graças a Deus não preciso de carregar malas a ninguém."

"Os críticos de Ronaldo que continuem a escrever livros. O Ronaldo é a nossa bandeira e, quer queiram quer não, com ele em campo é uma coisa e sem ele é outra. Não digo isto por ser amigo dele, mas é a única pessoa que admiro no futebol, pela força que tem."

Fernando Santos:

"O penteado do Quaresma é uma obra de arte".

"O nosso capitão foi fantástico. Criou um espírito de equipa fabuloso. Acreditou tanto como eu que ia ser o nosso dia."

"Antes de entrar, o Éder disse-me: 'Mister, vou marcar.' E marcou. O patinho feio tornou-se bonito."

"Rui Patrício voltou a ser decisivo, como já tinha sido nos penáltis [frente à Polónia]."

"Pepe dificilmente se livrará da fama de bad boy, não entendo. É um jogador que dá tudo em campo, com uma paixão enorme. E felizmente é campeão europeu."