Euro 2016

Perfil

Criado site para pedir desculpa a Éder

Alguma vez falou mal de Éder e agora – após um golo que levou Portugal à grande vitória de domingo – sente-se culpado pelo que disse? Quer redimir-se e não sabe como? Agora foi criado um site com esse propósito: “Desculpa Éder”. As mentes por trás da ideia apresentam-se apenas como “dois fãs dos Iron Maiden e um gajo do Sporting”

Expresso

DECISIVO Éder entrou para a final ainda durante o tempo regulamentar, mas seria na segunda parte do prolongamento que teve a sua intervenção decisiva na partida. Corria o minuto 109 quando o avançado que joga em França, no Lille, recebeu um passe de João Moutinho, que também tinha entrado na partida. Pressionado pelo central francês, Éder rodou para a esquerda, deu alguns passos na direção do centro do terreno e disparou rasteiro para o lado direito de Lloris. Estava feito o resultado. Os festejos foram incríveis e incluíram a colocação simbólica de uma luva branca

reuters

Partilhar

Já são mais de 4091 pessoas a pedir desculpa a Éder. Aliás, 4131. Afinal são 4241. Bem o número não é o mais importante. O que realmente interessa é que a cada segundo que passa são cada vez mais os portugueses que pedem desculpa ao homem que passou de 'zero a herói' após a final do Euro 2016. E para o efeito foi criado o “Desculpa Éder”, um site em que qualquer pessoa pode endereçar o perdão.

“Não são 11, são 11 milhões de desculpas”. Este é mote da página recentemente criada, numa clara alusão ao lema que guiou a participação portuguesa durante o europeu (“Não são 11, são 11 milhões”). As mentes por trás da ideia apresentam-se apenas como “dois fãs dos Iron Maiden e um gajo do Sporting”. Tudo surgiu numa conversa no messenger no Facebook.

Também na rede social de Mark Zuckenberg, há um evento dedicado ao “Desculpa Éder”.

Antes da final, Éder não era propriamente o futebolista mais adorado pelos portugueses. Muitos criticavam a forma de jogar a sua ineficácia. Após o minuto 109 da final do Euro 2016, começaram a surgir milhares de comentários a pedir desculpa a Éderzito e a agradecerem o feito.