Tribuna Expresso

Perfil

Football Leaks

Campanha especial: leia todo o Expresso e a investigação Football Leaks por €0,99

Expresso integra consórcio internacional que investiga fuga de informação sobre negócios do desporto. Milhões de documentos expõem transações financeiras e esquemas para não pagar impostos utilizados por algumas das grandes estrelas mundiais. Ronaldo, Ozil, Jorge Mendes e Mourinho são alguns dos nomes em causa. Conheça a história de como CR7 se socorreu dos paraísos fiscais desde 2009

Partilhar

Iniciamos esta semana a publicação dos primeiros artigos, no semanário Expresso nas bancas sábado ou online a partir das 20h de sexta, a publicação da investigação Football Leaks, que resulta de um trabalho do EIC - European Investigative Collaborations, consórcio internacional de jornalistas do qual o Expresso é associado. Pode ler a investigação AQUI (só para assinantes - caso não seja assinante, pode aderir AQUI à campanha especial: €0,99 para ler todo o Expresso e o Football Leaks no próximo mês).

O Football Leaks é a maior fuga de informação da História do desporto. São 18,6 milhões de documentos que revelam contratos de jogadores, acordos de transferências secretos, esquemas para não pagar impostos através de offshores e todo o tipo de negócios menos claros entre agentes, intermediários e presidentes de clubes de futebol. Alguns dos maiores jogadores mundiais estão a ser investigados. E estrelas do agente português Jorge Mendes foram inspecionadas por autoridades fiscais. Cristiano Ronaldo, José Mourinho e Mesut Ozil são alguns dos nomes noticiados.

Ao longo de sete meses, mais de 18 milhões de ficheiros foram analisados por cerca de 60 jornalistas, procurando apurar o que escondem os contratos das estrelas do futebol e dos seus agentes.

Pode ler AQUI toda a investigação no Expresso. Disponível só para assinantes: caso não seja assinante, pode aderir AQUI à nossa campanha especial - €0,99 para ler todo o Expresso e o Football Leaks no próximo mês.

Partilhar

  • Investigação Football Leaks: Ronaldo não declarou mais de €60 milhões, Mourinho ocultou ganhos publicitários em offshores

    Football Leaks

    Edição especial já disponível. Fuga de informação de 18,6 milhões de documentos revela contratos de jogadores, acordos de transferências secretos, esquemas de offshores para não pagar impostos e negócios pouco claros entre agentes, intermediários e presidentes de clubes de futebol. Alguns dos maiores jogadores mundiais estão a ser investigados. E estrelas do agente português Jorge Mendes foram inspecionadas por autoridades fiscais. A investigação é do EIC - European Investigative Collaborations, consórcio internacional de jornalistas do qual o Expresso é associado, e vai ser publicada ao longo das próximas semanas – iniciamos esta semana a publicação dos primeiros artigos, no semanário Expresso nas bancas sábado ou online a partir das 20h de sexta