Tribuna Expresso

Perfil

Football Leaks

Juiz espanhol proíbe divulgação de documentos da Football Leaks

O magistrado pediu auxílio às autoridades alemãs para impedir a divulgação de informações dos 18 milhões de documentos - entre os quais os que têm dados relativos a Cristiano Ronaldo, José Mourinho e Carlos Mendes – reunidos pelo “Der Spiegel”

Alexandre Costa

Partilhar


O juiz espanhol Arturo Zamarriego enviou um auto proibindo os doze membros do consórcio European Investigative Collaboration de divulgarem qualquer informação sobre os clientes da sociedade Senn Ferro, segundo indica a agência France Press.

O magistrado de Madrid solicitou auxílio judicial às autoridades alemãs para impedir a revista “Der Spiegel”, assim como os restantes membros do consórcio, de divulgarem dados 18 milhões de documentos que tem em seu poder.

Cristiano Ronaldo, José Mourinho e Carlos Mendes entre os envolvidos na Football Leaks, conforme o Expresso noticiou.

O juiz invocou o artigo 6.1 do Convénio de maio de 2000 sobre assistência judicial em matéria penal nos Estados membros da União Europeia.