Tribuna Expresso

Perfil

Fórmula 1

F1 – GP dos EUA: 50.ª vitória de Lewis Hamilton (Mercedes)

O inglês está a apenas uma vitória do número de sucessos de Alain Prost

Pedro Roriz

YVES HERMAN/REUTERS

Partilhar

O inglês Lewis Hamilton (Mercedes) alcançou a 50.ª vitória na F1, depois de ter dominado a corrida, e está a apenas uma vitória do número de sucessos de Alain Prost. Além disso, reduziu para 26 pontos o atraso pontual em relação ao alemão Nico Rosberg (Mercedes), segundo classificado.

Mais rápido na qualificação, o inglês, autor de um bom arranque, garantiu o comando e viu o australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) suplantar Nico Rosberg, que optou por não correr riscos na primeira curva.

Lewis Hamilton só perdeu o comando quando parou para trocar de pneus, da primeira vez, porque na segunda isso não aconteceu, como consequência do facto de a equipa ter aproveitado uma situação de “safety car” virtual, para retirada do carro do holandês Max Verstappen (Red Bull), para efectuar a operação.

Operação que se revelou muito útil para a Mercedes, já que nessa situação Nico Rosberg conseguiu ultrapassar Daniel Ricciardo, ascender ao segundo lugar e diminuir o número de pontos perdidos para Lewis Hamilton, factor importante na decisão do título.

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari), quarto, salvou a honra da marca italiana, depois de, durante a maior parte da prova ter sido dominado pelo finlandês Kimi Raikkonen, seu colega de equipa, forçado a desistir depois de arrancar das “boxes”, com uma das pistolas, utilizadas na mudança de pneus, a presa à roda.

Excelente desempenho da McLaren, que colocou o espanhol Fernando Alonso (quinto) e o inglês Jenson Button (nono) nos lugares pontuáveis, com o espanhol a ter de dar tudo por tudo para superar o seu compatriota Carlos Sainz (Toro Rosso/Ferrari), que só cedeu o quinto lugar nas derradeiras voltas.

O sétimo lugar do brasileiro Felipe Massa (Williams), à frente do mexicano Sérgio Perez (Force Índia) permitiu à Williams reduzir, para oito pontos, o atraso em relação à Force Índia no “Mundial” de Construtores, com o francês Romain Grosjean (Hass) a dar o derradeiro ponto à equipa da casa, que fazia a estreia em terras do Tio Sam.

Classificação – 1.º, Lewis Hamilton (Mercedes MGP W07/Mercedes), 56 voltas (308,405 km), em 1.38’12,618” (188,415 km/h); 2.º, Nico Rosberg (Mercedes MGP W07/Mercedes), a 4,520”; 3.º, Daniel Ricciardo (Red Bull RB12/TAG-Heuer), a 19,692”; 4.º, Sebastian Vettel (Ferrari SF16-H/Ferrrari), a 43,134”; 5.º, Fernando Alonso (McLaren MP4-31/Honda), a 1’33,953”; 6.º, Carlos Sainz (Toro Rosso STR11/Ferrari), a 1’36,124; 7.º, Felipe Massa (Williams FW38/Mercedes),

a 1 volta; 8.º, Sergio Perez (Force India VJM09/Mercedes), a 1 volta; 9.º, Jenson Button (McLaren MP4-31/Honda), a 1 volta; 10.º, Romain Grosejan (Haas VF-16/Ferrari), a 1 volta; 11.º, Kevin Magnussen (Renaulr RS16/Renault), a 1 volta; 12.º, Daniil Kvyat (Toro Rosso STR11/Ferrari), a 1 volta; 13.º, Jolyon Palmer (Renault RS16/Renault), a 1 volta; 14.º, Marcus Ericsson (Sauber C35/Ferrari), a 1 volta; 15.º, Felipe Nasr (Sauber C35/Ferrari), a 1 volta; 16.º, Valtteri Bottas (Williams FW38/Mercedes), a 1 volta; 17.º, Pascal Wehrlein (Manor MRT05/Mercedes), a 1 volta; 18.º, Esteban Ocon (Manor MRT05/Mercedes), a 2 voltas;

Classificações dos Mundiais, depois da prova norte-americana:

PILOTOS – 1.º, Nico Rosberg, 331 pontos; 2.º, Lewis Hamilton, 305; 3.º, Daniel Ricciardo, 227; 4.º, Sebastian Vettel 177; 5.º, Kimi Raikkonen, 170; 6.º, Max Verstappen, 165; 7.º, Sergio Perez, 84; 8.º, Valtteri Bottas, 81; 9.º, Nico Hulkenberg, 54; 10.º, Fernando Alonso, 52; 11.º, Felipe Massa, 49; 12.º, Carlos Sainz, 38; 13.º, Romain Grosjean, 29; 14.º, Daniil Kvyat, 25; 15.º, Jenson Button, 21, 16.º, Kevin Magnussen, 7; 17.º, Stoffel Vandoorne, Pascal Wehrlein, Jolyon Palmer, 1

CONSTRUTORES – 1.º, Mercedes AMG Petronas F1 Team, 636 pontos; 2.º, Infiniti Red Bull Racing, 400; 3.º, Scuderia Ferrari, 347; 4.º, Sahara Force Índia F1 Team, 138; 5.º, Williams Martini Racing, 130; 6.º, McLaren/Honda, 74; 7.º, Scuderia Toro Rosso, 55; 7; 8.º, Haas F1 Team, 29; 9.º, Renault Sport F1 Team, 8; 10.º, Manor Racing MRT, 1.

Próxima prova – GP do México, no Circuito Hermanos Rodriguez, dia 30 de Outubro