Tribuna Expresso

Perfil

Fórmula 1

Quando as coisas não correm sobre rodas, corre-se com o diretor da McLaren

Eric Boullier apresentou a sua demissão face aos maus resultados da escuderia britânica

Lusa e Tribuna Expresso

Peter J Fox

Partilhar

O diretor de corrida da equipa de Fórmula 1 da McLaren, Eric Boullier, apresentou a demissão, anunciou hoje a escuderia britânica, que lamentou o desempenho modesto no Campeonato do Mundo de 2018 da categoria rainha do desporto automóvel.

“O desempenho do [monolugar] MCL33 em 2018 não está a corresponder às expectativas criadas no seio da McLaren e em especial dos nossos fiéis adeptos”, explicou Zak Brown, ‘patrão’ da McLaren, que ocupa o sexto lugar na classificação dos construtores Mundial de F1.

Os pilotos da escuderia britânica, o espanhol Fernando Alonso e o belga Stoffel Vandoorne, não subiram uma única vez ao pódio em nove corridas já realizadas neste ano, tendo como melhor resultado o quinto lugar obtido por Alonso na prova de abertura, na Austrália.

Boullier desempenhava desde 2014 as funções de diretor desportivo da McLaren, que ficou fora dos cinco primeiros classificados do Mundial de construtores nos últimos três anos, mas a troca do fornecedor de motores da Honda para a Renault criou expectativas que ainda não se confirmaram.