Tribuna Expresso

Perfil

Futebol feminino

Capitã portuguesa Cláudia Neto reforça Wolfsburgo

Cláudia Neto trocou as suecas do Linkopings pelas alemãs do Wolfsburgo, clube que foi campeão europeu feminino em 2013 e 2014

Expresso e Lusa

José Carlos Carvalho

Partilhar

Cláudia Neto, que se encontra a recuperar de uma lesão ligamentar no joelho esquerdo, tinha anunciado na última semana a sua saída do Linkopings, clube sueco em que esteve três anos e pelo qual se sagrou bicampeã.

Em declarações à agência Lusa, a médio portuguesa já tinha dito que o objetivo era o de continuar a jogar ao mais alto nível, quando questionada se, aos 29 anos, pensava num regresso a Portugal. "Imagino um regresso a Portugal, mas não para já, o meu desejo é continuar no estrangeiro, nas melhores ligas do mundo", disse então Cláudia Neto.

Cláudia, que chegou a ser nomeada para melhor médio da Suécia, é reforço do Wolfsburgo até 30 de junho de 2019, juntamente com Kristine Minde, avançada norueguesa, que também estava no Linkopings.

"Estou muito feliz por me tornar jogadora do Wolfsburgo. Esta mudança é um grande passo para mim, por me juntar a um dos melhores clubes do Mundo", salientou a jogadora portuguesa, citada pelo clube alemão.

Recorde AQUI a entrevista concedida por Cláudia Neto à Tribuna Expresso.

A seleção feminina - sem Cláudia Neto - está a preparar o jogo de sexta-feira (17h, no estádio do Bonfim) contra a Moldávia, referente à qualificação para o Mundial-2019, competição para a qual Portugal nunca se qualificou.

  • Eis a nossa CN7: “As mulheres pensam melhor o jogo do que os homens”

    Entrevistas Tribuna

    Cláudia Neto tem sido a protagonista de uma seleção que hoje pode dar mais um passo de gigante na história do futebol feminino português, caso vença a Roménia, na 1ª mão do play-off que garante a 16ª e última vaga na fase final do Europeu 2017, a disputar na Holanda. A jogadora algarvia que domingo passado se sagrou campeã da Suécia faz um balanço da carreira e da qualificação e espera que às 18h45 o Restelo encha (entrada gratuita e transmissão TVI24) para apoiar uma equipa que, aconteça o que acontecer, “já está de parabéns”