Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Entre Pogba e Zlatan venham os diabos e escolham

Em noite de estreia - ou melhor, reestreia - de Paul Pogba pelos "red devils", foi Zlatan Ibrahimovic a brilhar, com dois golos que derrotaram o Southampton dos internacionais portugueses José Fonte e Cédric Soares

Zlatan Ibrahimovic e Paul Pogba, dois tipos que vão aterrorizar muito boa gente na Premier League

OLI SCARFF/Getty

Partilhar

José Mourinho já tinha dito que ele ia jogar, por isso não foi surpresa para ninguém quando Paul Pogba surgiu no onze titular do Manchester United, esta noite, em Old Trafford, frente ao Southampton.

Estava tudo à espera para ver o reforço mais caro do mundo e a verdade é que o internacional francês, que ficou no meio-campo ao lado de Fellaini, não desiludiu. Sempre a querer a bola nos pés e disposto a assumir o jogo do Manchester United, mostrou que vai ser indiscutível para José Mourinho esta época - ao contrário do que aconteceu em 2011/12, com Alex Ferguson, o que motivou Pogba a trocar o Manchester pela Juventus.

Ele e Zlatan Ibrahimovic, outro reforço dos "diabos vermelhos" que tem brilhado desde que chegou. Esta noite marcou mais dois golos, elevando para quatro a sua conta pessoal, em apenas três jogos.

É certo que o Southampton dos internacionais portugueses José Fonte e Cédric Soares até entrou bem melhor no jogo do que o Manchester United, mas quem Zlatan tem tudo: depois de um cruzamento de Rooney, Ibrahimovic foi lá acima - por cima de Fonte, que se diz que interessa a Mourinho - e cabeceou para o 1-0, aos 36 minutos.

Michael Steele/Getty

O Southampton foi para o intervalo da 2ª jornada da Premier League - que estreou hoje os jogos às sextas-feiras à noite, um horário inédito em Inglaterra, imposto pela televisão - a perder e também não conseguiu esboçar grande reação no início da 2ª parte, já que Clasie cometeu penálti sobre Shaw e Ibrahimovic aproveitou para aumentar a vantagem: 2-0.

A partir daí, a equipa de Mourinho melhorou substancialmente a qualidade de jogo e praticamente só deu Manchester United, no que acabou por se tornar uma vitória confortável. Em três jogos oficiais pelos "red devils", Mourinho já leva três vitórias. O antigo Manchester - e o antigo Mourinho - estão de volta.