Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Dez equipas de futebol vítimas de acidentes aéreos

A queda esta madrugada do avião que transportava a equipa brasileira Chapecoense não é caso único. A história do futebol já foi marcada por vários acidentes aéreos

Lusa

Simon Bruty/GETTY

Partilhar

O acidente de segunda-feira na Colômbia, com um avião em que viajava a equipa brasileira Chapecoense, é o mais recente de uma lista de desastres envolvendo clubes de futebol.

No avião que caiu esta madrugada na Colômbia, a cerca de 50 quilómetros de Medellin, seguiam nove tripulantes e 72 passageiros, entre futebolistas, dirigentes do clube e jornalistas.

A equipa brasileira ia disputar, na quarta-feira, com os colombianos do Atlético Nacional, a primeira mão da final da Taça Sul-Americana de futebol.

Cronologia dos maiores acidentes aéreos com equipas de futebol:

- 4 de maio de 1949: O avião em que a equipa do Turim regressava a casa depois de jogar um amistoso em Lisboa despenhou-se sobre o campanário da Basílica de Sperga, em Turim, por causa da neblina. Morreram 31 pessoas, incluindo quase toda a equipa, jornalistas e dirigentes do clube.

- 6 de fevereiro de 1958: Um avião em que viajava o Manchester United caiu em Munique, na Alemanha, e 23 pessoas morreram. Sete jogadores sobreviveram, entre eles, Bobby Charlton.

- 16 de julho de 1960: Oito jogadores da seleção nacional de futebol da Dinamarca morreram num acidente na descolagem de um avião no aeroporto de Kastrup, Copenhaga.

- 29 de outubro de 1960: Um avião que transportava a equipa de futebol da Universidade da Califórnia, nos EUA, partiu-se em dois na Califórnia. Morreram 22 pessoas, 16 das quais jogadores da equipa

- 3 de abril de 1961: Vinte e quatro mortos na queda de um avião nos Andes, a 350 quilómetros a sul de Santiago do Chile, em que viajava a equipa Green Cross.

- 26 de setembro de 1969: Um avião com elementos da equipa de futebol da Bolívia The Strongest caiu em Viloco, a 70 quilómetros a sul de La Paz, na cordilheira andina Tres Cruces. Morreram 74 pessoas, incluindo 17 jogadores.

- 11 de agosto de 1979: Um avião russo bate noutra aeronave entre Minsk e Taskent e morreram 178 pessoas, 17 da equipa de futebol Taskent, do Uzbequistão.

- 8 de dezembro de 1987: Um bimotor 7-727 caiu no mar perto da localidade peruana de Ventanilla, nas proximidades de Lima, com 53 pessoas a bordo. Só o piloto sobreviveu. Entre as vítimas estavam 16 jogadores de futebol do Club Alianza de Lima.

- 7 de junho de 1989: Um avião da companhia aérea do Suriname caiu quando se preparava para aterrar em Paramaribo (Suriname). Morreram 176 pessoas, entre as quais 15 futebolistas holandeses originários da antiga colónia da Holanda.

- 27 de abril de 1993: Um avião da Força Aérea da Zâmbia que se dirigia ao Senegal caiu no mar pouco depois de uma escala técnica em Libreville, no Gabão. No acidente morreram os 30 ocupantes, incluindo 18 jogadores e os técnicos da seleção de futebol da Zâmbia que iam a bordo.