Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Mais de 20 jornalistas seguiam no avião que caiu na Colômbia

Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital, foi um dos sobreviventes do acidente aéreo. Jornalista brasileiro já foi transportado para um hospital local

Expresso

Partilhar

No avião que caiu esta madrugada em Rionegro, na Colômbia, seguiam 21 jornalistas brasileiros que acompanhavam a equipa de futebol da Chapecoense, noticia o “Estado de S. Paulo”.

De acordo com o jornal, entre os passageiros encontravam-se profissionais da Globo, da Fox, do grupo RBS e de oito rádios brasileiras, além de comentadores desportivos.

Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital, foi o único jornalista que sobreviveu ao acidente aéreo. O radialista foi transportado para o Hospital San Juan de Dios, em Bogotá, para ser asssistido. Desconhece-se ainda o seu estado de saúde.

No avião, que pertencia à companhia aérea Lamia, seguiam 81 pessoas a bordo, tendo sobrevivido apenas cinco passageiros. Entre os sobreviventes estão também três jogadores – o guarda-redes Marcos Danilo Padilha, o guarda-redes suplente Jackson Follmann, e o lateral Alan Ruschel, e uma tripulante – Jimena Suárez.

A aeronave partiu na segunda-feira à noite de Santa Cruz de La Serria, na Bolívia, e perdeu o contacto com a torre de controlo quando estava a sobrevoar o município de La Ceja, perto de Medellín.

A equipa da Chapecoense, da primeira divisão brasileira, chegava ao país para defrontar esta quarta-feira o Atlético Nacional, no estádio Atanasio Girardotno, no primeiro jogo da final da Taça Sul-Americana de futebol.