Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Três jogadores da Chapecoense entre os sobreviventes de queda de avião na Colômbia

Os sobreviventes são os guarda-redes Marcos Danilo Padilha, o guarda-redes suplente Jackson Follmann e o defesa lateral Alan Ruschel. A equipa brasileira viajava para Medellín, local do primeira mão da Copa Sul-Americana, num voo que saiu da Bolívia e se despenhou em Rionegro, arredores de Medellín, fazendo 76 mortos

Lusa

Comentários

O lateral Alan Ruschel foi um dos sobreviventes do acidente

Friedemann Vogel/GETTY

Partilhar

Três jogadores da Chapecoense, equipa de futebol do Brasil que sofreu um acidente aéreo na Colômbia na madrugada desta terça-feira, foram resgatados com vida, segundo as autoridades colombianas.

Os sobreviventes são o guarda-redes Marcos Danilo Padilha, de 31 anos, o guarda-redes de reserva Jackson Follmann, de 24 anos, e o lateral Alan Ruschel, de 27 anos. Os três foram retirados do avião, que transportava 81 passageiros.

A equipa brasileira viajava para Medellín, local do primeiro jogo da decisão da Copa Sul-Americana, num avião comercial que saiu da Bolívia e desapareceu do radar perto de uma área conhecida como Cerro Gordo, nos arredores da cidade de La Unión.

Foi ainda confirmado que sete atletas da Chapecoense e o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, não estavam no voo.

A Chapeconese informou ainda que "em função do desencontro das notícias que chegam das mais diversas fontes jornalísticas, dando conta de um acidente com a aeronave que transportava a delegação da Chapecoense, a Associação Chapecoense de Futebol, através de seu vice-presidente Ivan Tozzo, reserva-se o direito de aguardar o pronunciamento oficial da autoridade aérea colombiana, a fim de emitir qualquer nota oficial sobre o acidente".