Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Emoção na entrega da Taça Sul-Americana à Chapecoense

O novo presidente do clube de futebol brasileiro agradeceu o apoio e solidariedade que receberam da comunidade internacional após o tragico desaparecimento de quase toda a equipa, em especial do Atlético Nacional colombiano, com o qual quis compartilhar a distinção

Comentários

NORBERTO DUARTE

Partilhar

No meio de grande emoção, o novo presidente da Chapecoense recebeu esta quarta-feira a Taça Sul-Americana de futebol, atribuída ao clube brasileiro em sequência do acidente aéreo que vitimou quase toda a equipa a staff técnico durante a viagem para o jogo da primeira mão, na Colômbia, onde iria defrontar o Atlético Nacional.

Na hora de receber o troféu, Plinio David de Les Filho quis compartilhar a distinção com o seu homólogo do clube colombiano. “Gostaria de agradecer a todos, a todos os países. Mas deixem-me, de um modo muito especial, de uma forma muito carinhosa e grata, em nome do nosso clube, Chapé, partilhar este troféu que nós recebemos com aquele que nos deu essa possibilidade, com um gesto de humanidade e respeito. De dignidade e de demonstração de bondade”, afirmou o presidente da Chapecoense.

A iniciativa da atribuição da taça ao clube brasileiro partiu do Atlético Nacional colombiano, em sequência do trágico acidente que vitimou a equipa contra a qual deveria ter jogado.