Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Leicester: eles acharam que era possível prolongar o conto de fadas, mas não é. E há cortes de 40% se descerem de divisão

A vida do Leicester City está a tornar-se num filme de terror. Depois de uma época de sonho arriscam-se a descer de divisão. E quem vai pagar são mesmo os jogadores da equipa que verão os seus salários a descer também

Vanessa Portugal

Laurence Griffiths

Partilhar

Depois da tempestade, continua a tempestade. Que o diga o campeão da Premier League, o Leicester City, que continua a somar tudo menos vitórias.

A equipa do italiano Claudio Ranieri já vai na 24ºjornada e ainda só arrecadou 21 pontos. Cada vez mais perto da linha de água o adormecido campeão inglês ainda não conseguiu ganhar um único jogo este ano. O que dá muitos minutos sem marcar. Mais precisamente: 520 minutos.

No ano passado por esta altura o Leicester ja somava 50 pontos. Tornaram-se campeões duas jornadas antes do final da temporada. “Eu entendo que o que nós fizemos na última temporada foi algo especial, um conto de fadas. Nós fizemos algo extraordinário, que não é deste mundo. Agora, tudo é errado. Tudo foi fantástico e então nós acreditamos que seria possível também nesta temporada. Mas não, acabou”, disse o treinador à Sky Sports.

Mesmo com o decorrer desastroso desta temporada, Claudio Ranieri ainda acredita na permanência na Premier League. “A realidade precisa de voltar, nós vamos lutar até ao fim. Eu acredito porque os meus jogadores são campeões e muito lutadores”, acrescenta.

O Leichester City já previa que isto acontecesse e tomou medidas. Caso o cenário se mantenha negro e o campeão ingês descer de divisão quem mais vai sofrer são os jogadores.

O jornal britânico “Daily Mirror” avançou que os reforços que assinaram nesta temporada têm uma cláusula que obriga ao corte de 40% do ordenado, caso não fiquem na Premier League. Melhor incentivo não há.