Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Quando 80 milhões não são suficientes para chegar à Liga dos Campeões - a asiática, mas ainda assim...

Começou mal a aventura de Carlos Tévez na China. Depois da saída milionária do Boca Juniors, o argentino começou com uma derrota

Vanessa Portugal

VCG/GETTY

Partilhar


O jogador mais caro do mundo estreou-se num encontro a contar para a Liga dos Campeões da Ásia. Mas não correu muito bem.

A equipa chinesa Shanghai Shenhua foi eliminada na terceira eliminatória pelos australianos do Brisbane Roar, por 2-0. A equipa do uruguaio Gustavo Poyet saltou fora da competição (logo) no primeiro jogo oficial de Tévez, que assinou um contrato milionário de €80 milhões por ano. Sim, €80 milhões.

A equipa vencedora, Brisbane Roar, que agora segue em frente, aproveitou a vitória para perguntar o que se tinha passado. “Carlos quem?”, lê-se no Twitter dos australianos.

Os golos foram apontados por Brandon Borrello, logo nos primeiros minutos da partida, e Tommy Oar aos 40 minutos.

Nesta competição também está o Shanghai de André Villas Boas que ficou apurado para a fase de grupos

Partilhar