Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Daniel Alves: “Respeito muito o Cristiano Ronaldo, pai de Cristiano Jr., filho de Dolores e José, que Deus o tenha em Sua glória”

Lateral brasileiro culpa imprensa por rivalidade com Ronaldo, chama Real de Mourinho de "sujo" e admite mágoa com o Barcelona

Evandro Furoni

Jasper Juinen

Partilhar

O internacional brasileiro Daniel Alves disse que “respeita muito” Cristiano Ronaldo, e que o Real Madrid de José Mourinho era “uma equipa suja”.

Em entrevista para o jornal espanhol “ABC” o lateral, que hoje defende a Juventus da Itália, disse que a suposta rivalidade com Ronaldo foi uma “invenção da imprensa”, e que admira muito o português.

“Respeito muito Cristiano Ronaldo, pai de Cristiano Jr., filho de Dolores e José, que Deus o tenha em sua glória. Todos que falam comigo de Cristiano dizem que ele é um profissional gigante. Porém, CR7 era o meu rival e eu tinha que competir com ele. Quando disse que ele queria ser protagonista demais, disse de um modo respeitoso”, afirmou Daniel Alves, atleta do Barcelona entre 2008 e 2016.

As críticas foram feitas no início de 2016. Ambos teriam discutido durante a cerimónia da Bola de Ouro da FIFA de 2015 por causa da declaração. Uma semana depois, Ronaldo evitou comentar sobre o assunto. “Nunca falei sobre este rapaz e não vou dar publicidade. Se quero falar mal de um companheiro, digo na cara e não pela imprensa”, comentou Cristiano.

Já as palavras de Daniel Alves para José Mourinho não foram tão gentis. O lateral criticou a postura do Real Madrid treinado pelo português entre 2010 e 2013. “O Real de Mourinho não sabia perder, jogava de forma suja”, afirmou o brasileiro.

Mágoa com o Barcelona

Daniel Alves também não perdoou a sua antiga equipa. O lateral disse que o Barcelona não o tratou com respeito ao recusar renovar-lhe contrato em 2016. “Durante as minhas três últimas temporadas escutava que Alves ia sair, mas os diretores nunca disseram nada na minha cara. Foram muito falsos e sem gratidão”, comentou Daniel.

Hoje na Juventus, o lateral evitou colocar os italianos como favoritos no confronto contra o FC Porto nos oitavos de final da Liga dos Campeões. “Vamos passo a passo. Primeiro temos o Porto de Casillas, e depois vemos o que acontecerá”, concluiu Daniel Alves.