Tribuna Expresso

Perfil

Futebol internacional

Jackson perdeu a perna na tragédia da Chapecoense. Agora, treina para as Paraolimpíadas

O guarda-redes foi um dos seis sobreviventes da queda do avião da LaMia em novembro. O atleta não pensa em abandonar o desporto depois da tragédia

Evandro Furoni

Nelson Almeida/Getty

Partilhar

Jackson Follmann, um dos sobreviventes da tragédia que vitimou a equipa da Chapecoense em novembro, evita lamentar a perda de sua perna direita. O ex-guarda-redes, um dos seis sobreviventes do voo da LaMia, prefere tentar dedicar a segunda oportunidade que a vida lhe deu ao desporto. Desta vez, nos Jogos Paraolímpicos.

“Sempre serei um desportista. Sempre vou ser guarda-redes da Chapecoense, mas penso nos Jogos Paraolímpicos, embora um pouco mais para o futuro”, disse Follmann em entrevista à agência de notícias “EFE”.

Jackson perdeu uma perna no acidente.

Na última quarta-feira, o antigo camisola 12 da equipa brasileira visitou o Centro de Treino Paraolímpico Brasileiro. Follmann assistiu aos treinos de diversos atletas que participaram nos Jogos Paraolímpicos do Rio de Janeiro e chegou a participar numa atividade com a equipa de voleibol sentado.

A queda do voo LaMia 2933 matou 71 pessoas, incluindo a maior parte da equipa da Chapeconse, que viajava para disputar a final da Copa Sul-Americana. Apenas seis pessoas sobreviveram.: Follmann, o central Neto, o lateral esquerdo Alan Rushel, o jornalista Rafael Henzel e dois membros da tripulação. A suspeita inicial é que a aeronave não possuía o combustível suficiente para concluir a viagem.

“Foi uma tragédia. Eu não tenho raiva de ninguém. Só agradeço a Deus pela vida”, comentou Follmann.

Para voltar a competir, Jackson submete-se a sessões de fisioterapia na cidade de São Paulo; está a testar uma prótese para a perna direita.

De acordo com o médico José André Carvalho, responsável pelo tratamento, Follmann voltou a caminhar em apenas duas semanas, quando o mais comum é demorar quatro semanas para a recuperação.

Nota: A SIC Radical transmite jogos do Paulistão, Cariocão e Brasileirão